Redação: Desafios do combate à obesidade infantil

Roberta Rinaldi Exemplo de redação

Na obra “Modernidade Líquida”, do sociólogo Zygmunt Bauman, o mundo moderno é caracterizado como um conjunto de aceleradas e fluidas relações sociais. Para acompanhar esse frenético ritmo da sociedade contemporânea, a alimentação foi negligenciada e a obesidade tornou-se um grande problema, acometendo, principalmente, as crianças. Fatores de ordem  educacional, bem como econômica, caracterizam o caótico quadro de sobrepeso na infância. [1]

É importante pontuar, de início, a omissão do meio acadêmico quanto à má alimentação dos jovens. À guisa de Kant, o ser humano é tudo aquilo que a educação faz dele. As escolas brasileiras, entretanto, negligenciam a saúde dos estudantes ao não instruí-los sobre os riscos da obesidade e as formas de preveni-la. Como reflexo de uma população ignorante frente aos hábitos alimentares ideais, 8,4% dos adolescentes são obesos e mais de 30% das crianças apresentam excesso de peso, segundo pesquisa recente do Ministério da Saúde.

Outrossim, tem-se os interesses financeiros na má alimentação dos brasileiros. Conforme Marx, em um mundo capitalizado, a busca pelo lucro ultrapassa valores éticos e morais. Nesse sentido, as grande empresas alimentícias vendem a imagem dos seus produtos atrelados à felicidade e à realização pessoal, quando, na maioria das vezes, essas mercadorias são responsáveis pela degradação da saúde do consumidor. Ainda, de acordo com dados da UnB, as propagandas dessas indústrias induzem a uma má alimentação e atingem fortemente o público infantil. [3]

É notória, portanto, a relevância de fatos educacionais e econômicos na problemática supracitada. Nesse viés, é dever das escolas, em consonância às famílias, conscientizar os jovens acerca da importância de uma alimentação saudável. A ideia da medida é, a partir de palestras e debates nas salas de aula, além de diálogos esclarecedores em casa, consolidar entre as crianças e os adolescentes bons hábitos alimentares e a prática de exercícios físicos. Ademais, cabe ao Governo, por intermédio dos órgãos responsáveis, regular as propagandas alimentícias que circulam no país. Essa proposta deve contar com a aprovação de leis que obriguem as indústrias a avisar ao público os riscos recorrentes do consumo excessivo de seus produtos. Assim, talvez, o Brasil conseguirá minimizar os casos de obesidade infantil, construindo uma sociedade mais saudável. [2][4][5][6][7]

Avaliação por competência:

Competência I – Demonstrar domínio da norma culta:

[7] Bom domínio da norma culta, poucos desvios.

Competência II – Compreender a Proposta:

[1] Excelente parágrafo introdutório, apresentando a temática de forma bastante objetiva e demonstrando boa compreensão inicial da proposta da redação.

[6] A redação consolida a compreensão total da proposta, demonstrando perfeito entendimento do pedido em questões de estrutura e desenvolvimento do tema.

Competência III – Selecionar e relacionar argumentos:

[2] Texto corretamente dividido em introdução, desenvolvimento, tópico frasal e conclusão.

[3] Argumentação completa, bem construída em relação ao tema dado, organizada e distribuída sem excessos e de forma linear entre os parágrafos.

Competência IV – Conhecer os mecanismos linguísticos para a construção da argumentação:

[4] Texto coeso e bem articulado.

Competência V – Elaborar a proposta de solução para o problema:

[5] Proposta de solução bem elaborada, completa e mantendo o bom nível de escrita e sem perder a linha de raciocínio estabelecida no início da redação. Entretanto, ainda pode ser incluída a temática dos investimentos governamentais nas merendas infantis. Explore o assunto

Nota: 960

Gostou? Veja o tema de redação AQUI.

Vamos debater sobre?