Enem: como usar os textos de apoio da redação

Roberta Rinaldi Dicas de Redação

Provavelmente você já ficou se perguntando o que fazer com todos aqueles textos chamados de “apoio” da proposta de redação do Enem, não é? Eles estão ali só para a leitura? Posso aproveitar os dados? Se eu seguir a ideia proposta ali, estarei cometendo plágio? Vamos responder a todas essas perguntas e te explicar direitinho como apropriar-se dos textos motivadores na hora da produção.

Primeiramente, para que servem os textos da proposta?

A coletânea de textos dispostos em sua proposta de redação servem para direcioná-lo sobre o assunto em pauta. Não se trata exatamente sobre o que deve ser desenvolvido, mas o que pode ser abordado dentre as tantas opções tiradas depois de interpretar o tema. Imagine que o tema seja abstrato demais para você, que nunca ouviu falar, por exemplo, sobre formação educacional de surdos, como o tema de 2017. O texto motivador irá guiá-lo sobre o que é dito a respeito e em quais aspectos você pode explorar a temática. Veja-os como uma fonte de inspiração sobre o assunto.

E quanto aos dados?

 Você deve ter reparado que geralmente há dados estatísticos, infográficos ou tabelas em meio aos textos motivadores. Eles são importantes por duas razões: revelam a gravidade ou relevância de algo, por meio dos números e conclusões apontados em pesquisas, e revelam, também, a sua capacidade de interpretação dessas informações. Portanto, tenha atenção ao lê-los e busque compreender bem o propósito de eles terem sido apresentados na coletânea.

Charges e tirinhas

 Elas não estão ali para entreter o candidato na hora da prova. Sabe aquela velha expressão de que uma imagem vale mais do que mil palavras? Neste caso, ela se aplica perfeitamente. A riqueza de informações que uma imagem, tirinha ou charge pode proporcionar é enorme, portanto, é fundamental que você as leia com atenção. É muito comum que as charges, por exemplo, façam uma crítica sutil sobre alguma questão social séria, sendo necessário perspicácia por parte do leitor.

(https://heroinasedivas.files.wordpress.com/2016/09/mafalda-1.jpg?w=467&h=263)

Mas, afinal, posso ou não usar as informações dos textos de apoio em minha redação?

 Ok, vamos lá, essa é a pergunta mais aguardada! A resposta é SIM, mas… É, temos um porém.

  • Usar as informações, significa apropriar-se delas, ou seja, interpretá-las, explorá-las ao máximo relacionando ao que você sabe sobre o assunto e abordando, com suas palavras, reflexões e conclusões, em seu texto. NÃO PODE COPIAR. Lembrando que o Enem atribui nota zero a quem faz cópia integral dos textos motivadores e desconsidera as linhas de quem faz cópia parcial.
  • Os dados podem ser usados, sem problemas, em seu texto, desde que fundamentando um argumento de sua autoria.

Dica:

Entenda o direcionamento dos textos motivadores e tente lembrar-se de informações semelhantes que você leu em outros lugares. Trazer dados que extrapolem os textos de apoio é uma estratégia argumentativa muito valorizada pela banca de correção, te diferencia dos demais candidatos e aumenta sua nota por fugir do senso comum. Neste momento de preparação para o exame, procure ficar atento aos dados das notícias que lê por aí para aplicar na redação. 😉

Gostou? Veja AQUI nossas dicas essenciais para quem quer tirar 1000 na redação e acesse também nossos temas, para treinar bastante e se dar bem! Até a próxima 😉

ESTUDE TAMBÉM → GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA, POSSÍVEL TEMA DO ENEM 2018: SAIBA DISCUTIR

Vamos debater sobre?