Redação: As dificuldades do jovens de ingressarem no mercado de trabalho

Roberta Rinaldi Exemplo de redação

[1] No clássico mundial “Admirável Mundo Novo”, livro do escritor inglês Aldous Huxley, o leitor se depara com uma sociedade extremamente organizada, de modo que cada cidadão possui um emprego e a sua função. [2] No que tange ao período atual, é notória a dificuldade da inserção de jovens no mercado de trabalho. Tal cenário configura um grave problema social que deve ser solucionado. [3]

Sob esse viés, é perceptível que a comunidade jovem está recebendo uma menor qualificação para o mercado. [4] Isso leva os postos de trabalho a serem designados para pessoas mais velhas e mais experientes. Tal fato é exemplificado pelos dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), que mostram como o desemprego entre jovens está três vezes maior que entre as demais classes trabalhadoras. [5]

[6] Paralelamente, existe um mercado instável: cada vez mais enxuto e que exige uma constante especialização do profissional. Por sua vez, fica como tarefa do próprio trabalhador buscar essa acentuada qualificação, que é negada por governo e empresas. Colabora para essa visão o conceito de Modernidade Líquida [8] do sociólogo Zygmunt Bauman, que afirma a crescente mudança no âmbito laboral em qualificação de mão de obra e redução de empregos.

Portanto, urge a necessidade de uma solução para tal problemática. Primeiramente, instituições públicas de controle do Poder Público devem, por meio de projetos sociais com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), oferecer editais para a contratação de jovens, que trabalharão por um período determinado no orgão [9] público sob a supervisão de um funcionário efetivo e experiente, transmitindo-lhes dicas e conhecimentos. Além disso, ao final do processo de preparação, palestras e dicas para entrevistas de emprego podem ser ministradas por psicólogos e pedagogos, objetivando, assim, maiores chances de contratação. Dessa forma, o Brasil possibilitará aos seus jovens um efetivo engajamento na sociedade. [10][11]

Avaliação por competência:

Competência I – Demonstrar domínio da norma culta:

[9] Faltou acento na paroxítona terminada em ditongo: órgão.

[11] Bom trabalho com a modalidade culta escrita da língua 🙂

Competência II – Compreender a Proposta:

[1] Pertinente menção à obra literária reconhecida mundialmente, muito bem 🙂

[3] É importante que, logo na introdução sejam expostas quais seriam essas principais dificuldades enfrentadas pelos jovens. Assim, um melhor planejamento textual é configurado na redação.

Competência III – Selecionar e relacionar argumentos:

[2] É preciso deixar ainda mais evidente a relação lógica de sentido pretendida com a referência à obra de Huxley.

[4] É necessário comprovar de forma mais aprofundada essa afirmação.

[5] Melhorar a relação entre as ideias: a justificativa seria a menor qualificação dos jovens?

[7] Sempre que citar grandes nomes e seus conceitos, faça-o de modo mais contextualizado, pontual e aprofundado.

[8] Citar em que obra do autor estaria expresso tal conceito.

Competência IV – Conhecer os mecanismos linguísticos para a construção da argumentação:

[6] Adequado trabalho com os recursos coesivos 🙂

Competência V – Elaborar a proposta de solução para o problema:

[10] Proposta de intervenção bastante completa 🙂

Nota: 920

Vamos debater sobre?