Redação ENEM: O que é tese?

Roberta Rinaldi Dicas de Redação

A tese é um elemento essencial na composição do texto. Não apresentá-la significa não se adequar de forma eficiente ao gênero dissertativo-argumentativo, o que compromete significativamente a nota da redação. Mas, afinal, o que é tese e como elaborá-la? Leia as dicas a seguir e esclareça suas dúvidas! 😉

  • Define-se tese como opinião, o seu ponto de vista sobre o tema proposto. Pode ser apresentada por meio de declarações afirmativas ou negativas.
  • Por que a tese é tão importante? O texto é constituído de argumentos para justificar aquilo que você acredita ser a situação-problema. Portanto, é por meio dela que você indica, logo na introdução, o que será exposto nos parágrafos de desenvolvimento.
  • Você deverá defender a tese ao longo do texto; mostrar, com sua argumentação, a relevância e validade da discussão que você propõe.
  • Mesmo que seja a sua opinião, a tese deverá ser defendida de forma impessoal. Nada de usar expressões como “eu acho que…”, “acredito que as causas do problema sejam…”, dentre outras.
  • Considerando o tópico acima, modalize seu discurso de forma a expor a tese como um fato, uma verdade.
  • Sua função é a de persuadir o leitor a respeito daquilo que você acredita, então pense bem se será capaz de sustentar aquele pensamento. Reflita se há argumentos consistentes para fundamentar a tese proposta.
  • Tese também é posicionamento crítico. Isso significa que você não deve se ater a ideias próprias do senso comum. Demonstre autoria, seja crítico e reflexivo ao expor sua opinião.
  • Você pode defender qualquer tese, desde que ela respeite os Direitos Humanos e a Diversidade Cultural.
  • Uma dica é pensar bem e escolher primeiro o que irá fundamentar como argumento. Depois disso, elabore uma tese que roteirize as ideias para os parágrafos seguintes. Veja o exemplo:

Suponhamos que o tema seja “Desafios na saúde pública: como lidar com epidemias no brasil?” (Conheça o tema AQUI). Ao refletir sobre o assunto, julgo ser relevante dizer que as causas para que as epidemias aconteçam estão relacionadas à ocupação desordenada dos centros urbanos e degradação ambiental e apresento tal hipótese em minha introdução. Depois disso, começo o processo de destrinchamento da informação:

  • No primeiro parágrafo de desenvolvimento, fundamento minha tese sobre a acelerada urbanização.
  • No segundo parágrafo, justifico o problema da degradação ambiental.

Essa é uma estratégia de organização textual, que direciona o leitor, demonstra que você planejou bem a escrita da redação e tem boa capacidade de estabelecer coesão entre as partes do texto.

Observe o exemplo de introdução a seguir sobre o tema “Perigos da obsolescência programada”:

O sistema capitalista, nascido tímido nos berços feudais com o excedente da produção em forma de escambo entre os agricultores, tomou proporções gigantescas e lucro maior ainda a partir Revoluções Industriais. Hoje, para manter a média das vendas, os empresários diversificam a cada dia mais as funcionalidades de seus produtos, além de programarem sua obsolescência, tornando necessário ao consumidor voltar a adquirir novos rapidamente. Esse fato é causado pela necessidade de manter o lucro dos grandes empresários, porém agride a saúde da população e a do meio ambiente, que não tolera tamanho nível de agressão.

Perceba que o que está em itálico é a contextualização do tema, feita por meio de uma alusão histórica. Já o que está em negrito é a opinião do autor, a tese, afirmação do que ele considera ser a causa do problema em discussão. 😉

Apresentar uma boa tese tem tudo a ver com a capacidade de fazer uma boa introdução, considerando que ela é parte da composição deste parágrafo. Acesse AQUI nossas dicas para fazer uma boa introdução, coloque em prática as orientações deste post sobre a tese e pratique ainda mais para alcançar a excelência em sua redação no Enem 2017!

Bons estudos!

VEJA TAMBÉM: COMO APROFUNDAR SUA ARGUMENTAÇÃO

Vamos debater sobre?