Melhore a produção de texto dos alunos com Rotações por Estações

Carla Gobb de Educação

Professor, você já reparou que existem diversas maneiras de ensinar e aprender um determinado conteúdo? Essa forma individual de adquirir um conhecimento é chamada de Estilos de Aprendizagem. O modelo tradicional de ensino é muito bom para atender a alguns desses estilos, mas o que fazer para atingir os outros?

O objetivo do texto de hoje é te mostrar como usar a técnica de Rotações por Estações, do Ensino Híbrido, para contemplar os diferentes estilos de aprendizagem de seus alunos e ajudá-los a melhorar na produção textual.

Entendendo o Ensino Híbrido

Ensino Híbrido é um modelo de educação formal que se caracteriza por mesclar dois modos de ensino: o on-line, em que o aluno aproveita o poder da tecnologia para aprender no seu tempo, modo e/ou ritmo; e o off-line, momento na escola em que o aluno estuda em grupo, com o professor ou colegas, valorizando a interação e o aprendizado coletivo e colaborativo.

Os dois momentos devem buscar um objetivo em comum: o aprendizado. Porém, cada um com características próprias, de modo que se conectem e ofereçam diferentes formas de aprender e ensinar algo.

No Ensino Híbrido existem diversos modelos como: “rotação individual”, “laboratório rotacional”, “sala de aula invertida”, “modelo flex”, “modelo à la carte”, entre outros, mas focaremos em te mostrar como pôr em prática a técnica de “rotação por estações”.

No modelo de Rotação por estações os alunos são organizados em diferentes grupos, cada um com uma tarefa diferente, de acordo com os objetivos do professor. A ideia é que cada grupo rotacione por entre as atividades (onlines ou não) para que experimentem as diferentes formas de aprender.

Melhorando a produção de texto dos alunos com Rotações por Estações

Para entender com mais clareza a aplicação desse modelo, vamos tomar como inspiração a aula de produção textual publicada pela professora Vanessa Bolina no Youtube sobre o tema de Redução da maioridade penal (recomendamos a visualização!)

Planeje as atividades que serão dadas

O primeiro passo para aplicar a Rotação por Estações é o planejamento. Pense em como acontecerá a aula e quais atividades serão trabalhadas, com base no objetivo que você quer. Lembre-se de pensar em atividades para os diferentes estilos de aprendizagem, para que todos os alunos possam ser contemplados.

Separe os alunos nas estações

Na aula, divida os alunos em 5 grupos, cada um com uma atividade diferente. O tempo para cada uma das atividades irá variar de acordo com seu planejamento.

Estação 01: leitura de textos variados sobre o tema de redação que você escolher;

Estação 02: vídeos variados sobre o tema, para que os alunos possam buscar argumentos fortes e fracos;

Estação 03: análise dos argumentos levantados em grupo;

Estação 04: análise de dados e infográficos;

Estação 05: projeto de texto, discussão em grupo e formação de esboço.

Para os vídeos, imagens e textos em pdf, você pode usar diversos ambientes virtuais de aprendizagem. Um deles é o Sílabe, uma plataforma online em que o professor prepara aulas de forma rápida, disponibiliza conteúdos interativos para os alunos e corrige as atividades de modo automático, tudo isso gratuitamente!

Faça um fechamento para concretizar o aprendizado

Por fim, é importante, ao final da aula, fazer um fechamento sobre o tema que foi abordado em sala, seja com um debate, com uma lição de casa ou com uma fala expositiva. Esse fechamento serve para internalizar todos os conhecimentos produzidos pela aula e sintetizar os aspectos mais importantes.

Conclusão

Essa atividade é desafiadora pois demanda um bom planejamento por parte do professor, mas ao mesmo tempo é encantadora, pois, no decorrer da atividade, é possível perceber o envolvimento dos alunos no processo de aprendizagem!

*Conteúdo produzido pela equipe do Sílabe

_____

 Você já aplica as Rotações por Estações na sua escola? Deixe seu comentário abaixo!

Achou o conteúdo interessante? Compartilhe nas suas redes sociais!

Vamos debater sobre?