Redação: Sistema carcerário brasileiro – problemas e soluções

Roberta Rinaldi Exemplo de redação

[1] O sistema carcerário brasileiro é frequentemente comparado a uma “bomba relógio” prestes a explodir. A superlotação de presídios em todos os estados da federação, a extrema violência e as condições [2] insalubres às quais os detentos são submetidos indicam que a bomba já explodiu e continua explodindo diariamente. Essa situação [3] calamitosa não é reflexo apenas da crise social brasileira, mas é [4] magnificada pela incapacidade do [7] sistema de justiça em lidar com a questão. [5][6]

Assim, não é necessária abstração para entender as deficiências do [20] poder judiciário e dos agentes executivos e legislativos envolvidos com a gestão penitenciária. Problemas técnicos de natureza bastante prática afetam a eficiência de todo o sistema. Segundo o [18] ministério da justiça, mais de um terço da população carcerária brasileira se trata de detentos provisórios, ou seja, que aguardam julgamento. Um valor tão elevado denuncia a grande burocracia dos processos criminais no país e a baixa produtividade dos tribunais, promotorias, defensorias públicas e demais representantes do [22] poder judiciário, com grande impacto sobre a lotação, condições sanitárias e custos do sistema penitenciário. [19]

No entanto, a problemática não se restringe ao processo ou aos agentes. Um regime de leis brandas para os chamados [24] crimes de colarinho branco e rígidas para delitos leves e não violentos explica a demografia da população carcerária brasileira. Enquanto as celas estão cheias de detentos oriundos de situação social precária, acusados de delitos leves e não violentos que fariam jus às penas ditas alternativas, muitos dos grandes criminosos aguardam em liberdade se escondendo na brechas da lei. [21][23][25]

[8][9][10] Dessa forma, não obstante a necessidade de enfrentamento das questões sociais do país, a ineficiência da [11] justiça brasileira amplia e condiciona a crise carcerária. A solução, portanto, [12] exige, além de outros fatores, uma reforma na legislação criminal e o redimensionamento do processo penal, com incentivo ao uso de penas alternativas e premiações para os agentes mais produtivos e capazes de propor e implementar inovações. Uma reforma simples mas profunda como essa [15] deve ser [13] levada a cabo pelo poder legislativo, nas figuras da Câmara [14] federal e Senado, mas com o protagonismo da população, exercido por meio da pressão popular sobre seus representantes eleitos. [16][17]

Avaliação por competência:

Competência I – Demonstrar domínio da norma culta:

[2] [3] [4] Bom vocabulário, pois foi apresentado de forma rica e precisa.

[11][14][18][20][22] Letra maiúscula.

[12] Emprego adequado da vírgula.

[13] Substituir a expressão “levar a cabo”, considerada informal, por uma expressão formal da norma culta da Língua Portuguesa.

[15] Ausência da sinalização da vírgula após o período grifado.

[24] Ausência da sinalização das aspas no termo mencionado.

Competência II – Compreender a Proposta:

[5] Apresentação de tese concisa e coerente ao tema!

[19] Excelente aplicação argumentativa!

[23] Argumentação consistente: excelente encadeamento lógico, sustentação argumentativa e precisão vocabular!

[25] Excelente seleção de argumentos em defesa do seu ponto de vista na explicitação e justificativa da tese.

Competência III – Selecionar e relacionar argumentos:

[10] Excelente relação argumentativa com a tese!

[16] Excelente argumentação, sustentando e justificando o ponto de vista.

Competência IV – Conhecer os mecanismos linguísticos para a construção da argumentação:

[1] Excelente paragrafação: alinhamento dos parágrafos, recuo e respeito às margens!

[6] Emprego correto das conjunções!

[7] Mencionar o nome do órgão competente grafado da seguinte forma: Sistema de Justiça Criminal Brasileiro.

[21] Excelente uso de estratégias argumentativas que enriquecem a redação!

Competência V – Elaborar a proposta de solução para o problema:

[8][17] Boa  elaboração de proposta de solução ao tema! Argumentação clara, objetiva e detalhada.

[9] Excelente emprego do conectivo de conclusão/recapitulação!

Nota: 960

Gostou? Veja o tema de redação AQUI e escreva a sua! Bons estudos! 🙂

Vamos debater sobre?