Tecnologia na educação: qual o benefício para professores, alunos e gestores?

Carla Gobb de Educação

A inserção de novas tecnologias na vida das pessoas parece ser um fenômeno cada vez mais irreversível. Vivemos em uma era em que grande parte da população, independente da faixa etária, já se vê bastante familiarizada com o meio digital e as redes sociais, por exemplo.

Apesar de alguns pais, professores e gestores ainda possuírem um certo receio para implementar inovações nas rotinas educacionais, os números e as experiências em várias instituições se mostram favoráveis à adoção de um ensino que cada vez mais faça uso das tecnologias disponíveis.

Confira abaixo os benefícios da tecnologia na educação para professores, alunos e gestores!

Tecnologias: porque já não dá mais para viver sem elas?

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), divulgada em 2017 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontou que, em 2016, a internet estava presente em 63,6% dos lares brasileiros e que em 94,8% deles o acesso é feito por meio de celulares.

Os números são muito altos e a tendência natural é que cresçam ainda mais com o passar do tempo. Isso significa que não dá mais para ignorar o fato de que a internet já faz parte da vida da maioria da população brasileira e é quase impossível deixá-la de fora de todos os âmbitos da vida social, muito menos da educação.

Boa para os professores

Muitos professores ainda encaram as tecnologias como um desafio e, às vezes, até como algo a ser combatido, já que o meio digital é, em muitos casos, o motivo da perda de foco dos alunos em sala de aula. A verdade é que as inovações tecnológicas têm tudo para ser uma das ferramentas de trabalho mais importantes para se ter ao lado na hora de lecionar, sendo grandes aliadas na educação e na otimização das aulas.

Já existem programas capazes de corrigir questões de provas e atividades de múltipla escolha, o que tira “das costas” dos professores o peso de um trabalho extremamente manual e exaustivo. Outro tipo de ferramenta que pode auxiliar muito no trabalho de correção e avaliação são os programas de verificação de plágio.

Leia esse post e saiba mais sobre como a inteligência artificial pode revolucionar a educação.

Os professores podem, ainda, utilizar a tecnologia para deixar suas aulas mais dinâmicas e atraentes, utilizando materiais mais visuais ou incorporando outras plataformas para exibir seu conteúdo.

As opções são muitas! Cabe ao educador delimitar o uso de ferramentas tecnológicas e utilizá-las em benefício do ensino, evitando que se tornem uma distração e fazendo adaptações quando necessário.

Boa para alunos

Como já mencionamos mais acima, a grande maioria dos alunos já está perfeitamente habituada ao uso das tecnologias. As inovações fazem parte de suas vidas e de seus cotidianos. É muito mais fácil utilizá-las para somar no processo de aprendizado do que tentar excluí-las.

A estratégia mais adequada a seguir é a de adotar uma metodologia de ensino híbrido, ou seja, que mescle o melhor da aprendizagem tradicional e presencial com tecnologias digitais da educação à distância.

Utilizar serviços de nuvem ou de realidade aumentada, aprender usando os próprios dispositivos, usufruir de tecnologias vestíveis e acesso a vídeos, por exemplo, são algumas das inúmeras maneiras de como a internet e as novas tecnologias são capazes de favorecer a vida acadêmica e o aprendizado dos estudantes.

Os alunos possuem cada vez mais atividades a serem administradas paralelamente ao ensino, o que pode tornar o tempo de estudo mais complicado. Os recursos tecnológicos podem oferecer uma flexibilidade maior, além de permitir que o acesso aos conteúdos aconteça em todos os lugares graças a dispositivos como celulares, tablets e laptops.

Hoje existem sistemas que permitem que os estudantes consigam acompanhar virtualmente suas notas de provas  e correções de trabalhos sem precisar esperar o final de um trimestre ou depender do boletim de papel.

Os professores também podem disponibilizar para suas turmas as apresentações exibidas em sala de aula e materiais complementares como livros digitais e artigos. Tais possibilidades  são extremamente positivas para o aluno, que terá em mãos, com muito mais facilidade, recursos que complementam e facilitam os seus estudos.

Boa para gestores

Por último, mas não menos importante, trazemos as vantagens das tecnologias para gestores de instituições de ensino e as que oferecem cursos e treinamentos. Os recursos tecnológicos têm tudo para beneficiar a gestão de estabelecimentos tanto de pequeno quanto de grande porte.

Partimos do princípio que o que faz uma boa gestão escolar é a integração e harmonia entre os setores pedagógico, administrativo, financeiro, recursos humanos e comunicação.

Essa integração pode ser facilitada por um sistema de gestão. Esse tipo de plataforma permite que os dados sejam organizados automaticamente e de maneira padronizada em um só lugar. Além disso, é possível conceder acesso a esses dados a pessoas específicas.

Um software de gestão de ensino permite a visualização de forma clara e objetiva de todas as transações financeiras de uma empresa, tanto de entrada quanto  de saída. É possível ter o registro e fazer o controle da inadimplência, do número de matrículas, pagamentos, emissão de boletos, entre outros.

Além disso, instituições de ensino que fazem uso da tecnologia para organizar seus processos e oferecer mais benefícios ao estudantes, são mais bem vistas no mercado e podem melhorar sua retenção e captação de alunos!

Esse foi o nosso conteúdo produzido em parceria com o ClassControl. Acesse o blog deles!

Vamos debater sobre?