A eficiência da política antidrogas brasileira

Envie sua redação para correção
    Usuário rico ou pobre traficante
             No Brasil as políticas contra as drogas são consideradas subjetivas em relação ao usuário e o traficante. Que na prática o que importa nessa realidade é para quem se vende e quem compra.
          Apesar de existirem  diferenças penais entre as duas formas de acusações ainda é considerado pouco efeciente e objetiva esse controle, como por exemplo temos: As melícias que contribui negativamente para o que o tráfico prevaleça.
               Além disso,apesar desses crimes terem penas altas o sistema é falho e injusto.Pois como já observado houve um caso em que o filho de uma desembargadora foi acusado por portar cocaína e ficou em liberdade diferente do estudante que foi e encontrado com gramas de maconha e foi preso.
                    Sendo assim,acredita-se que para diminuição do tráfico, drogas consideravelmente leves e com principal intuição medicinal poderiam ser legalizadas para assim diminuir a venda,compra e dar oportunidade para pessoas que necessitam das mesma. Além das políticas de saúde  públicas para os usuários , ampliando clínicas públicas.