Envie sua redação para correção
    A problemática do uso de drogas na sociedade brasileira
          O uso de drogas e substâncias psicoativas encontra-se inexoravelmente atrelada às raízes sociológicas do Brasil, aparecendo, inclusive, no livro “Iracema”, de José de Alencar, com o licor de Jurema. Desse modo, visto que tal problemática aparece enraizada na sociedade brasileira, deve haver uma maior eficiência na política antidrogas, visando a um mais efetivo acompanhamento psicológico e fiscalização governamental. 
          Em primeiro lugar, é de fundamental importância destacar que o vício em drogas, na pós modernidade, está intrinsecamente relacionado à insatisfação e à infelicidade das pessoas. Nesse sentido, o uso desmedido, majoritariamente, associa-se à busca pela sensação de alívio conferida pelas substâncias. Assim, possivelmente, com políticas públicas visando ao amparo psicológico dos cidadãos, evitaria-se o aparecimento de novos  usuários. 
           Além do apoio social para com pessoas ainda não viciadas, é também necessária a imposição de políticas mais incisivas de fiscalização da Lei de Drogas, de modo a garantir a recuperação de usuários. Para que haja uma cura verdadeira de indivíduos viciados, garantindo-se uma reduzida reincidência do uso, deveria haver centros de tratamento intensivos, especializados na reinserção social dos pacientes. 
           Em suma, tendo em vista a complexidade da questão das drogas no Brasil, as ações de combate devem ser mais impositivas e eficientes. Portanto, o Ministério da Saúde deveria construir centros de tratamento intensivo próximos a locais de maior incidência de vício, tendo em vista a diminuição desses casos por meio da atuação de profissionais, internações e acompanhamento pessoal. Outrossim, evitando-se o surgimento de novos viciados, deveria haver palestras e vídeos explicativos acerca dos riscos associados ao uso dessas substâncias.