A eficiência da política antidrogas brasileira

Envie sua redação para correção
    Em contexto de Guerra Fria, o movimento Hippie trouxe uma ideia de libertinagem através do uso de drogas, manifestações e uma quebra dos conceitos conservadores da época. No atual cenário brasileiro, o alto índice de usuários tem mostrado grande deficiência na política antidrogas do país. Isso se dá, principalmente, pela falta de informações sobre os danos das drogas no organismo e a grande influência da mídia em filmes e séries.
      Primeiramente, é necessário apontar a importância da carência de informações em relação às drogas e a ineficaz política antidrogas. A falta de informação sobre os possíveis danos causados pelas drogas combinado com a facilidade de adquiri-las atualmente, é a realidade de muitos jovens com origem na faixa etária de quinze anos. Isso é notável, devido à ausência e incompetência de programas com o objetivo de alertar e conscientizar os perigos das drogas, como é o caso do PROERD.
      Além disso, é preciso destacar a influência da mídia, transparecendo uma ideia contrária à política antidrogas. O poder de influência que a mídia tem sobre as pessoas no mundo todo é muito grande, principalmente em relação aos filmes e séries. Como é o caso de "Riverdale", uma série que retrata a vida adolescente no ensino médio em meio ao tráfico dentro da escola, fazendo parecer que o uso recreativo não é prejudicial, onde as drogas são fictícias, porém a situação é real em vários lugares do mundo, incluindo o Brasil.
      Logo, percebe-se que a carência de informações junto ao uso da influência da mídia de maneira inconsequente, torna a política antidrogas ineficaz. Portanto, o Ministério da Saúde junto ao Ministério da Educação devem criar projetos, por meio de palestras e debates dentro e fora da escola para que os brasileiros obtenham uma educação de qualidade em relação às drogas. Além disso, a mídia deve se mostra a favor dessa nova política através de comerciais de conscientizar sobre o uso de drogas para fortalecer o combater à elas. Dessa forma, a ideia de libertinagem originada na década de sessenta, será desmistificada.