Envie sua redação para correção
    Segundo a Lei de Drogas de 2006, é eliminado a pena de prisão para o usuário pessoal e o dependente de drogas no Brasil. Essa mudança trouxe diversos aspectos para a sociedade, nos quais podemos citar o comércio das drogas ilícitas, os diferentes tipos de tráfico e as consequência para os traficantes do país.
        O Estado define como droga ilícita aquela que pode causar severa dependência para o usuário, sendo ilegal seu comércio no país. Mesmo sabendo que há drogas muito mais pesadas que outras, essa não é uma boa definição, pois é fato que muitas drogas lícitas podem causar severa dependência. O comércio dessas drogas consideradas ilícitas, como cocaína, crack, etc., é algo que, mesmo com todas as leis e políticas antidrogas, só vem aumentando na sociedade, pois com uma regulamentação maior o traficante ganha mais com o que faz.
           Existem basicamente dois tipos de tráficos decorrentes na sociedade. O primeiro é aquele pequeno traficante que consegue relativamente pouco dinheiro com o tráfico, sendo esse o mais punido com a lei nova, fato que fez com que as prisões por tráfico no país aumentassem pelo menos cinco vezes mais. O outro é aquele grande traficante que consegue milhões com seus negócios. Esse traficante não vai ser impedido por uma pequena lei aplicada pelo governo, e sim por leis e regulamentações muito mais completas dentro da legislação do país.
          Com a nova lei, a situação para o traficante fica muito pior, aumentando muito a pena se for pego, algo que gera muita tensão no mundo das drogas. Já o usuário pessoal e dependente não são mais criminalizados, um certo alívio para essas pessoas inicialmente, mas co