Envie sua redação para correção
    Os frutos de uma sociedade heterogênea
           Mediante ao contínuo crescimento do mercado de drogas ilícitas, buscam-se medidas para soluciona-lo, gerando discussões de âmbito social envolvendo cidadãos e governo. Apresenta-se como caso recente a destruição da Cracolândia em ação do atual prefeito de São Paulo, João Doria, atuando como paliativo, tendo como resultado a migração de diversos consumidores para novas áreas.
             Segundo reportagem do portal G1, pertencente ao grupo globo, um a cada três presos em território brasileiro encontra-se nessa situação devido ao envolvimento com trafico de drogas, fato que afeta desde os familiares do individuo, até terceiros, vitimas, que sofrem devido à necessidade do individuo sustentar seu vício.
              Jovens nascidos em comunidades carentes carecem de oportunidades de trabalho, muitas vezes partindo para a criminalidade, fato sustentado pelo filósofo iluminista Rousseau, onde “a natureza faz o homem feliz e bom, mas a sociedade deprava-o e torna-o miserável”, sendo assim a sociedade causa os males que a ameaçam.
           A intervenção militar no Rio de Janeiro é principalmente causada pelo trafico, onde as milícias dominam a cidade, impedindo a atuação da policia em diversas áreas. Ela atua de forma paliativa, sendo um método de resolução e não de prevenção de modo a gerar mais futuras intervenções, até que se resolva definitivamente o problema.
                 Desse modo, o combate às drogas atua em duas frentes, a primeira diretamente, resolvendo o problema já existente e a segunda, principal, de forma a prevenir futuros usuários e criminosos. Necessita-se atuação conjunta da sociedade e do governo com a criação de projetos de modo a oportunizar a entrada de jovens pertencentes a comunidades carentes no mercado de trabalho além de uma profunda atuação no combate do trafico, aumentando e especializando o numero de policiais além de estabelecer leia mais rígida aos infratores.