A eficiência da política antidrogas brasileira

Envie sua redação para correção
    A política de combate a droga no Brasil vêem enfreando grandes desafios.Mas desde de 2006, quando foi implantada a lei antidroga não obteve estatísticas positivas.O tráfico e o consumo persiste com grande força no atual momento.Para tentar diminuir o impasse deveriam pensar na possibilidade da liberação das drogas.
         Sabe-se que, o mercado do tráfico movimenta milhões, para os bolsos dos chefes das quadrilhas e seus aliados. Sendo que, na própria penitenciaria eles comandam o tráfico e claro com a ajuda  de alguns polícias corruptos que se aliciam.Além do mais, quanto mais aumenta o número de usuários quem sofrerá as consequências será  a população,com o aumento da violência com os confrontos dos polícias contra os traficantes.Mas infelizmente, esse método e ineficiente já ocorreram inúmeras batalhas contras o chefes dos morros, mas dia seguinte tudo continua do mesmo jeito a venda de drogas de forma acelerada.
     Além do que, inúmeras crianças, adultos são atingidas por balas perdidas a maioria das vezes acabam morrendo.E triste a realidade, mas vivemos em uma guerra parece que nunca terá um fim enquanto isso os menos favorecidos irão pagar um preço alto com a sua própria vida, por falta de segurança pública que no nosso Brasil não tem. Sendo assim, com a liberação possa que reduz o número de venda de drogas e consequentemente a diminuição de usuário.Porque a lei que foi implantada em 2006, e falha eles deverão estudar estrategias funcionais como a liberação e entre outras.Segundo Gregori ABC, a liberação do porte de drogas para o uso próprio não aumentará o consumo e o tráfico no país.Pois o órgão responsável terá que oferecer tratamento adequado para os usuários ao invés de puni-los.    
        Dessa forma, é necessário um grande investimento na segurança pública e melhorando a qualificação dos profissionais. E as ongs, cria centros de apoio para esses dependentes com uma equipe de multiprofissionais para acompanha-los durante uma período de suas vidas, para poder inserir esses indivíduos novamente na sociedade. E também mudar a estrategia dentro das cadeias que lá seja um ambiente de socialização. Por isso é importante a consciência sobre o assunto e a execução de leis que são funcionais.