Desafios para reduzir os casos de assédio sexual

Envie sua redação para correção
    Na obra " Entre quatro paredes ", do filósofo Jean Paul- Sartre, o protagonista Garcin declara: " o inferno são os outros ". Desse modo, afirma sua insatisfação em conviver socialmente, vista a pluralidade notória de idiossincrasias humanas respaldadas na intolerância. Logo, esse contexto se reflete no âmbito de assédio sexual no Brasil, sofrido por parte das mulheres. Entrementes, essa problemática possui firmes sustentáculos na cultura de valorização do sexo masculino e punições lentas por parte do Governo, dificulta-se assim a redução desses casos. 
           Ao longo do processo de formação do território brasileiro, o patriarcalismo sempre esteve presente, como por exemplo na posição do " Senhor de Engenho ", consequentemente, foi criado uma noção de inferioridade da mulher em relação ao homem. Dessa forma, muitas pessoas julgam ser correto tratar o sexo feminino de maneira diferenciada e até desrespeitosa. Portanto, há muitos casos de assédio contra esse grupo, em locais, como transporte público, ruas, bares, trabalhos, entre outros. Nesse sentido, percebe-se que as mulheres, têm suas imagens difamadas e seus direitos negligenciados por causa de uma cultura geral preconceituosa. 
          Além dessa visão segregacionista, a lentidão e a burocracia do sistema punitivo colaboram com a permanência das inúmeras formas de agressão. Com a Lei Maria da Penha, que entre 2006 e 2011 teve apenas 33,4% dos casos julgados - Secretaria Nacional de Segurança Pública . Nessa prática muitos ao verem essa ineficiência continuam a violentar as mulheres, pois 85% já tiveram seus corpos tocados sem permissão - Site Vix. 
          Em suma, medidas devem ser realizadas para amenizar esses fatos. Dessarte, cabe ao Ministério da educação e ONGs, elaborarem projetos de aulas nas escolas e centros comunitários sobre a igualdade sexual e importância do respeito, por meio de palestras, aulas, gráficos, vídeos e testemunhas. Ademais, o Ministério da justiça deve intensificar o julgamento dos processos nessa área, por intermédio da contratação de agentes e modernização dos meios de denúncia - sites e infraestrutura.