Envie sua redação para correção
    É notório que, nas últimas décadas, os casos de denúncia de assédio sexual vem aumentando, de forma assustadora, na sociedade brasileira. fatores como: impunidade e educação só colaboram para o crescimento estatístico.
           Sabe-se que o assédio contra a mulher é uma forma desonrosa a sua condição de ser humano, essa prática é caracterizada como crime, no entanto muitas vezes a mulher ao invés de vítima se tornam culpadas pelo assédio. Ademais, apesar do assédio acontecer em casa e nas ruas, se nota com mais  frequência no ambiente de trabalho. Como exemplo temos o caso do ator José Maiar, que assediou uma funcionária da globo, que o denunciou e o fato veio, rapidamente, a repercurtir na mídia, e as mulheres passaram a fazer manifestações nas redes sociais em solidariedade a assediada. No entanto, se constata que a impunidade ainda prevalece pela questão da falta de denúncia por medo ou pelo sistema ineficaz.
          Além disso, a falta de educação é um dos fatores que mais influência na questão do assédio, pois se ver que as famílias não preparam seus filhos para terem respeito as mulheres. E ainda, podemos perceber que nas escolas não há, em sua grade curricular, nenhuma forma de interação nessa área, com o objetivo de esclarecê-las, sendo totalmente omissa no assunto. Portanto, é evidente que a base para mudar esse cenário é investir na educação das crianças para que nas próximas gerações não venhamos a ter que remediar. 
          Desse modo, podemos perceber que ainda vivemos em uma sociedade machista e despreparada para combater, desde a raiz, o problema do assédio contra a mulher. Resta claro, assim, que é preciso educar, implantando nas escolas debates sobre o assunto, engajando os pais nesse tema e, ainda, é preciso que o governo amplie mais o seu leque de políticas públicas, investindo em propagandas de conscientização e implantando sistemas de auxilio a mulher na tentativa de erradicar esse cenário.