Envie sua redação para correção
    Raízes 
          A inserção da mulher no mercado de trabalho aconteceu de forma realmente efetiva e expressiva após a 2ª Guerra Mundial, quando elas tiveram que substituir os homens, que estavam lutando no conflito. Diante disso, analisa-se que naquela época esse público era alvo de desrespeito masculino, umas vez que eles não acreditavam na capacidade intelectual feminina e, por isso, a prática do assédio tronou-se comum nas empresas. Em face a isso, é preciso perceber que essa problemática persiste por ter raízes históricas e culturais.      
          Mormente, é imprescindível observar que, desde os primórdios da civilização a mulher era vista como inferior ao homem. Nesse sentido, foi disseminada a ideia de que elas devem servir e satisfazê-los, não importando sua vontade. tal fato é deprimente em uma sociedade dita evoluída, pois, desrespeita a vontade e o direito de um ser humano quanto à forma de tratar o próprio corpo, e para ratificar a permanência dessa atitude no século XXI, há o exemplo do ator Morgan Freeman, acusado de assediar diversas mulheres em seu ambiente de trabalho. Logo, é indubitável a necessidade de medidas que apoiem essas mulheres.
          Outrossim, é de extrema importância ressaltar que a cultura do assédio é contrária ao princípio democrático, inspirado no Iluminismo, das sociedades ocidentais, tendo em vista que ele garante que todo cidadão é livre. Em suma, porque a liberdade feminina de denunciar esse crime, sem comprometer sua vida pessoal e profissional, mostra-se omitida, já que, esse público é alvo de críticas e e perseguições no ambiente de trabalho, após fazer uso de algo tido como direito nas constituições ocidentais. Dessa maneira, percebe-se que a falta de apoio legislativo e social é um agravante na permanência de tal ato. 
          Destarte, fica evidente que o assédio é uma prática enraizada na sociedade histórica e culturalmente, e deve ser combatido. Precipuamente, é necessário que os sindicatos criem grupos de apoio às mulheres, para que elas possam ser acolhidas, façam terapias com psicólogos, especializados no assunto, além de receberem o devido aconselhamento para fazerem as denúncias cabíveis, pois, apenas o aumento do número de relatos fará com que ps assediadores temam as consequências e repensem seus atos. Ademais, é inestimável que o Poder Legislativo crie leis mais rígidas quanto ao assédio, às quais devem garantir segurança trabalhista para a vítima, assegurando-a a manutenção de seu emprego e proteção contra qualquer forma de constrangimento no ambiente de trabalho. Feito isso, a civilização poderá evoluir e minimizar as raízes ligadas ao passado.