27 anos da constituição cidadã: A importância da democracia para o desenvolvimento da nação

Envie sua redação para correção
    Democracia para quem?
        A democracia surgiu na Grécia Antiga e dizia respeito sobre a conquista de direitos sociais e uma suposta igualdade para todos. No Brasil, ela surgiu após a saída da Ditadura Militar e trouxe importantes conquistas para o país. No entanto, se na teoria a Constituição cidadã garante os direitos sociais e dá visibilidade ao processo constituinte, na prática a situação é oposta. 
       É inegável que se vive a chamada democracia imperfeita. Para o filósofo Aristóteles, a política deve ser utilizada para estabelecer o equilíbrio por meio da justiça. Analogamente, nota-se como o Governo põe abaixo a teoria do filósofo e rompe a harmonia proposta, pois grande parte da população brasileira ainda vive sem comida, casa, saúde ou educação, que são direitos básicos garantidos, em tese, pela Constituição. Dessa forma, percebe-se um empecilho ao desenvolvimento da nação devido a essa desigualdade social. 
       Outrossim, a pouca transparência de alguns canais midiáticos servem como propulsores de uma democracia incompleta. Em meio a porões de tortura para qualquer oponente do militarismo e a chegada de Atos Institucionais de censura, ocorreu a Ditadura. Nesse contexto, observa-se que muito mudou com seu fim, porém, a publicidade do processo constituinte continua sendo vítima de uma mídia manipuladora que não expõe os fatos com clareza e maior imparcialidade. Assim, nota-se um prejuízo ao processo democrático, agravando a problemática no país. 
        Entende-se, portanto, que a Constituição cidadã é um processo recente e ainda pouco consolidado, necessitando de maiores ações para que possa contribuir para o desenvolvimento da nação. Para isso, é preciso que o Governo Federal crie mais programas para acabar com a desigualdade social, oferecendo moradias, alimentação e saúde dignas e construção de escolas públicas em áreas mais desfavorecidas, além de aplicar campanhas de abrangência nacional para estimular uma mídia mais transparente e uma maior participação democrática do cidadão. Desse modo, consequentemente, virá o desenvolvimento da nação brasileira.