A alimentação na rede pública de ensino

Envie sua redação para correção
    O direito humano à alimentação adequada está contemplado na Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948. Isto significa que toda a população deveria munir de refeições nutricionais suficientes para realizar suas atividades rotineiras e desenvolver forte metabolismo.
       A fase infantil representa importante época quando se trata de alimentação. É a partir dela que se consolida a base alimentar. Uma criança habituada a comer verduras, perdurará esse hábito por toda a vida, adquirindo vitaminas e nutrientes para uma boa saúde. A escola tem função notável nesse sentido, principalmente da rede pública, onde as crianças fazem as refeições do dia no ambiente escolar. Logo, adquiri - se um papel fundamental para esta consolidação da base nutricional. 
         Por que as escolas da rede pública carregam tamanha responsabilidade em comparação as escolas privadas? Devido as dificuldades sociais que o Brasil apresenta, sendo a pobreza o maior inimigo de uma boa alimentação. Numa família de baixa renda, há maiores obstáculos para a aquisição de três refeições diárias, a falta de recursos finaceiros é a principal delas. Isto faz da escola da rede pública ter grande responsabilidade de oferecer boas refeições a essas crianças mais carentes, para que possam se desenvolver e criar bons hábitos alimentares. 
         Dessa maneira, aumentar a utilização de verduras, legumes e frutas nas merendas escolares da rede pública é de suma importância para adicionar o hábito de possuir uma alimentação saudável desde a infância. Ademais, a valorização do profissional de nutrição nos ambientes de ensino é fundamental, pois este é o encarregado de montar um cardápio nutritivo e saboroso aos menores. Uma outra forma de conscientização seria implementar palestras para os pais e responsáveis sobre a relevância da alimentação sadia, obtendo assim, uma maior compreensão e oportunidade de oferecer refeições mais nutritivas aos seus familiares.