Enviada em: 10/08/2018

Com a globalização da internet, pode-se notar um grande avanço das empresas privadas, diante do divulgamento de determinado mercado torna-se cada vez mais abrangente o meio de se comercializar. Mas por meio da internet, existe também os que fazem dela um meio de fazer o mal, como compras de mercadorias que nunca chegam ao compradores, ou até mesmo golpes para empoderar um indivíduo. O que faz de uma melhor fiscalização dos governos estaduais perante ao problema.     O avanço das empresas brasileiras na utilização da internet como forte ferramenta de trabalho é perceptível, desde a possibilidade de acesso a sites até o uso de redes sociais para marketing institucional. Segundo pesquisas feita pela TIC (Tecnologias da Informação e Comunicação)  87% e 75% respectivamente usam os websites como principal fonte de comercialização, o que possibilita cada vez mais o avanço, e contribui com a economia local.    Segundo dados do Procon, as queixas sobre mercadoria que nunca chegam ao comprador aumentaram 18,4% entre 2012 e 2013, o que nos dias atuais devem ter aumentando relativamente com os anos. Isso ocorre pelas falsas empresas que atuam na internet, com preços muitos baixos e ofertas irresistíveis atraem compradores que acabam caindo nesses golpes de empresas fantasmas. Na maioria dos casos as pessoas que costumam cair nesses golpes são adultos, pois as vezes são precoces e não procuram pesquisar sobre a empresa antes de efetuar a compra, essa é uma das principais problemáticas que o uso da internet podem causar e empoderar um determinado indivíduo de formar ilegal.        Diante do expostos, fiscalizações fazem-se necessárias para combater o impasse, nota-se que muitas dessas empresas fantasmas são criadas sem algum tipo de fiscalização, então ai seria onde governo dos estados entraria, com alvará de fiscalização as empresas poderia atuar sem medo e os compradores ficariam mais seguros ao comprar. Com isso os indivíduos poderia se empoderar diante da lei de forma legal, com a ajuda da internet....