Envie sua redação para correção
    Platão afirmou: " O importante não é viver, mas viver bem. Esse pensamento se encaixa no atual panorama do século XXI, onde os avanços científicos na medicina têm contribuído para o tratamento de doenças que antes da Pós Modernidade era impensável. Visto isso, é possível afirmar que não apenas os progressos medicinais no tratamento de enfermidades, mas também seu pouco alcance entre a população brasileira,  são dois tópicos que precisam ser discutidos pela sociedade.
          Em primeiro lugar, cabe ressaltar que a Revolução Técnico - científica proporcionou melhoria na saúde dos indivíduos. Dessa maneira doenças que não apresentavam cura nem tratamento, tais quais: Cancer, Aids e Diabetes, hoje, já podem ser solucionadas se diagnosticadas a tempo. essa realidade tem refletido  na pirâmide demográfica brasileira, visto que, esses avanços não só reduziram a taxa de mortalidade infantil, como também, como também aumentou a expectativa de vida de uma parcela da população.Logo, é preciso que esse bem alcance todo o País.
          Para tanto, outro ponto em destaque, é a desigualdade ao acesso à essas vanguardas medicinais. Segundo o médico Drauzio Varella, a medicina é o único ramo da atividade que a incorporação de novas tecnologias encarece o produto final. Sendo assim, um número menor de indivíduos utilizarão esses benefícios. Somado a isso, pode - se observar, por meio dos noticiários, hospitais públicos depredados, com aparelhos de saúde obsoleto e com ausências de medicamentos. Tudo isso, acentua ainda mais a exclusão de parte dos cidadãos desses benefícios.
          É necessário,portanto,equalizar o acesso a esses progressos da medicina e no tratamento de doenças.Para isso,é preciso um investimento maior, do Governo Federal,não só no melhoramento das estruturas hospitalar,mas também em mais recursos para que não haja falta de medicamentos e aparelhagem de ponta.Além disso,a elaboração de Leis mais rígidas,pelo Poder Legislativo,inibindo a corrupção.Espera-se, com isso,maior igualdade ao contato desses benefícios entre a população.