A contribuição dos avanços da medicina no tratamento de doenças

Envie sua redação para correção
    A medicina evolui ao lado da humanidade, sendo de grande necessidade para o prolongamento e qualidade de vida do ser humano. Durante milênios a natureza possui plantas, utilizados pelo homem para fins medicinais, e também fungos com propriedades que combatem bactérias, que auxiliam a medicina em conjunto com outros métodos, além de pesquisas que avançam e beneficiam a população, de maneira diferente em cada país. Ademais, a união da medicina e a tecnologia pode indicar que essa ciência poderá atingir em breve seu apogeu.
            Quando Alexander Fleming saiu de férias, ele não imaginava que esquecer suas culturas de micro-organismos ocasionasse em uma das maiores descobertas da humanidade: a penicilina. Com esse fungo, foi possível tratar diversas doenças que antes poderiam levar a óbito. Sem conhecimento do fato, nos campos de concentração da Segunda Guerra Mundial, os indivíduos que aceitavam comer pão mofado resistiam melhor às infecções de pele. Assim, é possível notar que a medicina é tão necessária na vida do ser humano que, excluindo todos seus avanços, a vida do homem no século XXI seria demasiada difícil.
           Além disso, é notável o avanço de tecnologias, principalmente em países desenvolvidos, onde experimenta-se, por exemplo, o uso de robôs em cirurgias, com a supervisão de médicos. Embora torne o trabalho do profissional mais fácil, é preciso muitos testes para concluir se o robô não cometerá nenhum erro fatal. Comparando-se com a realidade brasileira, é difícil enxergar que esse avanço faça parte da medicina do país brevemente, pois há grande diferença com os países desenvolvidos, a começar pela falta de investimentos e incentivo na área da medicina e pesquisas. Consequentemente, muitos laboratórios fecham as portas por falta de profissionais e pouca verba disponível, além dos hospitais que precariamente atendem a população que carece de tratamento adequado.
           Portanto, é de se notar que a medicina contribui para tratamento de doenças, porém, é preciso de investimento para sua eficácia, logo, deve-se por um fim no desvio de verbas, ou seja, acabar com a corrupção no Brasil. Além disso, é necessário incentivar jovens recém formados a exercer sua profissão no âmbito das pesquisas, que são de exímia importância para o avanço científico do país, e também dar atenção para médicos experientes e seus conhecimentos adquiridos no cotidiano. Assim, as contribuições no campo da medicina poderão ser devidamente utilizadas para auxiliar a qualidade de vida da população, e os avanços medicinais deixarão de ser característica do exterior para se tornarem também um atributo brasileiro.