Envie sua redação para correção
    Com as revoluções tecno-científicas, o mundo passou a desenvolver-se em todos os sentidos,principalmente no ramo da saúde, criando novas drogas, antibiótico e vaciná contra doenças. Ações essas que no geral, são boas para humanidade, mas é necessário cuidado para que não haja nenhum desastre.
      Nesse sentido, nota-se diversos meios criados para tratar doenças, mas como eles contribuem para causa? Primeiramente vemos a criação das vacinas, esse novo meio para cura de doenças principalmente virais, injeta patógenos mortos ou fracos no corpo do paciente e o estimula a criar defesa. Procedimento esse que vem salvando a vida de milhares de pessoas todo o ano e ajudando a conter epidemias como no caso da varíola,que foi totalmente erradicada, pois a vaciná impedi-a a contaminação de novos hospedeiros, gerando, portanto o seu fim.
      Ademais, também devemos considerar que a crianção das novas drogas e antibióticos que estão contribuindo para salvar vidas. Uma vez que estes liberam toxina e substancias que inibem a reprodução dos causadores da doença não viral, principalmente no casos dos antibióticos, ou matam-o, mais comum nas drogas. Contudo, há um problema que, em usa maioria por parte dos antibióticos, vem causando a formação de super bactérias, onde indivíduos ingerem desreguladamente remédios e impedem o funcionamento correto deste, permitindo que a bactéria se reproduza, gerando variabilidade genética dando a capacidade de alguma bactéria irmã resistir ao antibiótico, causando uma doença incontrolável e mais potencialmente perigosa.
      Infere-se, portanto, que a contribuição do avanços científicos da medicina para o tratamento de doenças vem causando vem causando um impacto positivo,porém com alguns prejuízos que devem ser remediado. Para isso, a escola deve dar palestras, assim como a mídia anunciar em suas redes,sobre as terríveis consequências de consumir remédios indevidamente, para estimular o senso critico das pessoas sobre o assunto e faze-las pensar sobre ato de medicar-se errado e tentar evita-lo,assim reduzindo significativamente as chances do aparecimento de super bactérias ou outras doenças que podem causar epidemias letais para a vida humana.