A contribuição dos avanços da medicina no tratamento de doenças

Envie sua redação para correção
    Grandes homens e mulheres
       Certamente que nas diversas áreas do conhecimento humano a medicina possui um lugar de destaque. Os inúmeros avanços neste campo vêm propiciando ao longo do tempo um aumento na expectativa de vida bem como uma melhora significativa na qualidade de vida. É o que afirma o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE, ao divulgar em 2016, que o brasileiro passou a ter a expectativa de 76 anos. 
      Nos últimos cem anos houve muitos marcos significativos na história dessa área do saber. Mas, pode-se dizer que a descoberta da penicilina por Alexander Flaming, no inicio do século XX, foi um dos mais relevantes pois muitos soldados que se lesionavam no campo de batalha durante a Segunda Guerra Mundial morriam por infecção. No entanto, com a descoberta desse antibiótico, passou a usá-lo e salvar dezenas de milhares de vítimas. Além de doenças como pneumonia, febre tifoide, sífilis que eram considerados de difícil controle, hoje, podem serem tratadas e curadas.
       Outros aspectos a serem analisados são descobertas do Raio-X e posteriormente do Ultra-Som que são capazes de gerarem imagens de áreas magnetizadas e substituírem exames muito mais agressivos, além de  não só possibilitar um diagnostico precoce como também reduzir custos com eventuais tratamentos e medicações. Isso se percebe quando se faz a descoberta de câncer na primeira fase de evolução na qual a chance de sobrevivência é de 90%, contra os mesmo 90% de chance de morte quando descoberto na terceira fase que é a ultima fase.
       Diante do exposto, fica evidente as grandes contribuições dos cientistas e pesquisadores, pois esses avanços foram feitos por homens e mulheres que passaram muitos anos de suas vidas trabalhando de maneira disciplinada e metódica em busca de inovações que possibilite além do tratamento de doenças, o retorno da esperança de se viver melhor.