Envie sua redação para correção
    O avanço na medicina é cada vez mais benéfico para a longevidade da população mundial. Seu progresso tem proporcionado um crescimento na faixa de idosos e retardando as taxas de mortalidades registradas pela OMS. Assim, doenças com enfermidades que antes eram consideradas incuráveis, hoje com estes avanços, a saúde da população esta cada dia a um passo da conservação. 
          Em primeiro lugar, destaca-se a tecnologia como grande aliada para os avanços na medicina. Desde a invenção do microscópio eletrônico pela antiga União Soviética (URSS) em estudos com armas de guerra, até o mais sofisticado emissor de ondas eletromagnéticas para o tratamento contra tumores, ela sempre esteve adjunto aos estudos médicos e por conseguinte, contribuindo, dessa forma, para sua evolução. Entretanto, o tratamento de doenças que antes eram de extrema dificuldade de serem feitas ou até mesmo, não houvesse método para a cura, foi com os avanços tecnológicos que  possibilitaram novas descobertas , logo, testes foram executados até chegar a parâmetros atuais.
          Nesse contexto, publicado recentemente na revista científica americana "Science", um simples exame de sangue capaz de detectar celulas cancerosas. A pesquisa relata que com marcadores proteicos e de genes, o exame é capaz de identificar mutações no DNA junto com os níveis proteicos. Além disso, segundo a pesquisa esse procedimento é capaz de detectar 8 tipos de cânceres  e também mostrar seu local com 83% de precisão. Dessa forma, com o diagnostico precoce o tratamento tem mais eficiência, assim, elevando as chances de cura na maioria dos pacientes.
          Fica claro, portanto, a contribuição dos avanços medicinais no tratamento de doenças. Para que o Brasil seja pioneiro em termos de pesquisas nessa área, o governo deve investir em pesquisas, principalmente em universidades, aumentando as verbas destinadas para esse meio. Além disso, fornecer equipamentos de ultima geração, buscando parcerias com fabricas que fornecem estes equipamentos, a fim de baratear seus custos. Também deve implementar os tratamentos descobertos ao SUS ( Sistema Único de Saúde ) para que a população de baixa renda tenha acesso a novas descobertas da medicina, a fim de, proporcionar um tratamento para aqueles que sofrem de doenças com enfermidade. Dessa forma, aumentando a longevidade do cidadão e contribuindo para a conservação de gerações futuras.