Envie sua redação para correção
    Durante as Revoluções Industriais e a Guerra Fria houve um desenvolvimento tecnológico imensurável, esse por sua vez, liga-se diretamente com o avanço das práticas médicas. A medicina atual está adstrita em muitas de suas áreas à tecnologia, enfermidades que uma vez o diagnóstico e tratamento foram impossíveis, assim como procedimentos cirúrgicos inflexíveis, são alguns exemplos que vêm sendo superados com o auxílio da modernização maquinaria.
          O desenvolvimento da robótica tem sido muito afável aos profissionais da medicina, bem como à pacientes. Alguns procedimentos cirúrgicos como a laparoscopia, exame endoscópico da cavidade abdominal, não apenas estão auferindo um grau de precisão muito mais elevado, como também tem  permitido uma recuperação mais agradável aos pacientes devido ao auxílio de máquinas. Ademais, o uso de robôs cirúrgicos com intuito de simulação operatória pedagógica mostra-se inestimável na área acadêmica, em especial nos departamentos de pesquisa e metodologia cirúrgica.
          Vale altear o fato de que com o desenvolvimento tecnológico é possível realizar pesquisas com o intuito de descobrir um tratamento ou cura de doenças. Só para ilustrar, com a criação do microscópio eletrônico de transmissão a citologia, isto é, o estudo das células, progrediu de tal forma que o desenvolvimento de tratamentos cancerígenos e a detecção de doenças genéticas, têm sido muito menos invasivos e mais esmeros. Além disso, só foi possível o desenvolvimento de vacinas e sua produção em larga escala devido ao progresso tecnológico, que permite o conhecimento clínico se desenvolver.
          Destarte, o desenvolvimento da medicina moderna está intrinsecamente ligado ao desenvolvimento tecnológico. Fato é, portanto, que o Governo Federal na medida do possível, deve investir na indústria tecnológica com o intuito de modernizar as práticas médicas de modo sustentável, uma vez que essas mais precisas podem auxiliar camadas mais marginalizadas da sociedade de maneira mais acessível e competente. Ademais, o Ministério de Educação deveria inserir nas escolas de ensino fundamental e médio, palestras e atividades letivas mediadas por profissionais tendo como finalidade última inspirar os estudantes a seguirem carreiras nas áreas de tecnologia e saúde permitindo uma gradual melhora nas condições de vida.