Envie sua redação para correção
    Sem duvida, a falta de água no Brasil está relacionada ao desperdício causada pelas atividades industriais, rurais e residenciais, assim como, o desmatamento de florestas diminuindo a incidência de chuvas. Por causa disso, o Brasil enfrenta problemas sérios na produção de energia, pois 90% do que é produzido é gerada por usinas hidrelétricas que utiliza água como principal meio.
          Apesar do território Brasileiro, possuir uma das maiores reservas hídricas do mundo, á falta de água é uma realidade que assombra suas diferentes regiões. Os níveis baixos dos reservatórios nas hidrelétricas contribuem para o racionamento de energia, o que impacta negativamente na economia, pois parte do que se é produzido nas indústrias e comércios dependem dela para o seu funcionamento. Outro problema é a seca causada pelo desmatamento, já que, as florestas são as principais responsáveis para o equilíbrio do clima e do ciclo de renovação da água. Por este motivo, medidas precisam ser adotadas para solucionar o problema da crise hídrica no país.
      Contudo, essa situação é resultado não somente da falta de água, mas também de um desenvolvimento não planejado que ficou altamente dependente das usinas hidrelétricas, investindo pouco em fontes alternativas de energia como: as fotovoltaicas, eólicas e uso da biomassa derivada do bagaço da cana de açúcar. Apesar dos investimentos nos últimos anos em formas opcionais de se produzir energia, o país ainda é altamente dependente das hidrelétricas. Além disso, boa parte da água é desperdiçada de forma irracional, principalmente na agricultura, pois os métodos arcaicos de irrigação seria um dos principais motivos do mau uso.
         Por tanto, para diminuir os impactos causados pela diminuição das reservas hídricas no país, o que impacta também na produção de energia, é necessário que o Legislativo invista em projetos junto com a iniciativa privada da produção alternativa de energia, como também, o Ministério Da Agricultura desenvolver técnicas eficazes de irrigação para evitar o desperdício de água. Por outro lado, é importante que órgãos como o IBAMA fiscalizem com mais rigor e puna aqueles que desmatam florestas. Com isso, seria possível melhorar o quadro energético do país impactando de forma positiva na economia e ao mesmo tempo conservar de forma racional o uso da água.