A crise política e a sociedade: como contornar divergências políticas nas relações sociais?

Envie sua redação para correção
    Sergio Buarque de Holanda, em 1936, no livro Raízes do Brasil disse que o brasileiro é um homem cordial, bom de coração, ele não imaginaria que o Brasil viria a ser um dos países mais violentos do mundo.Respeitar os posicionamentos políticos de determinada pessoa é uma das implicações da vivencia na sociedade democrática, violência causada principalmente pela educação dada as crianças.
          Em primeiro lugar, na infância, segundo Sigmund Freud em seus estudos sobre a psicanálise afirma que não temos consciência crítica para escolher entre o certo e o errado. Assim, muitas vezes, sem a orientação dos pais as crianças crescem sem aceitar o diferente e egoístas. Quando adultas, não sabem ouvir e conhecer outro ponto de vista, fato comum nas redes sociais, ocasionando problemas para a vivência em sociedade.
    
             Além disso, as redes sociais são uma ferramenta de fácil acesso, em que podemos expor nossa opinião para milhares de pessoas, com essa facilidade frequentemente é confundido opinião com discurso de ódio, comentário racistas, neonazista e outros.Essas são feitas em páginas, em sua maioria, falsas para dificultar a identificação. Opinião é quando alguém diz que prefere café amar do que café doce, discurso de ódio é quando através de palavras ou atitude um grupo incita a discriminação, hostilidade e violência.Essa é um crime aquela liberdade de expressão.
    
          Diante do acima expostos, pode-se concluir que divergências devem ser tratados com respeito, conseguir ouvir o outro e conhecer pontos de vistas diferentes, ajudar na compreensão de um posicionamento político é ampliar a nossa percepção sobre as implicações de viver em uma sociedade democrática.Para isso, é papel da família educar com base no respeito a todos, da escola junto ao Ministério da Educação ensinar a lidar com o diferente, por meio de jogos, dinâmicas, palestras e debates e dar mais importância as minorias dentro das disciplinas.Além disso, é papel do Legislativo enrijecer as leis com penas mais severas e mais investigação já que muitas vezes crimes de ódio são passados despercebidos.