A crise política e a sociedade: como contornar divergências políticas nas relações sociais?

Envie sua redação para correção
    É indubitável que a corrupção é um mal que destrói um país aos poucos. Entretanto não se pode culpar apenas os políticos eleitos pelos rombos nas contas públicas.
     A corrupção está impregnada na sociedade brasileira. Apesar de que nem todos são corruptos até mesmo os políticos, o povo brasileiro vem de uma cultura corrompida no âmbito moral, prova disso é “jeitinho brasileiro” que rotulou a nossa população como corrupta. 
     Nos últimos anos, o Brasil passou por várias transformações políticas devido a escândalos de corrupção, de acordo com o Portal da Transparência 32% dos deputados e senadores que atuam no congresso nacional já foram condenados por algum tipo de crime envolvendo corrupção, entretanto não há diferença entre roubar milhões e fazer uma ligação clandestina de energia elétrica, o que separa as duas coisas são as oportunidades, pois quem realiza pequenos delitos corruptos se tivesse a oportunidade estaria roubando milhões. 
     Diante dos fatos supracitados a moral e a ética devem ser os pontos a serem trabalhados começando primeiramente na família e passando a responsabilidade para a escola que deve realizar debates, programas de conscientização ou até mesmo criar uma nova matéria curricular que aborde temas contrários aos pensamentos corruptos. Só assim o elo será quebrado e o “jeitinho brasileiro” ficará apenas no passado.