A crise política e a sociedade: como contornar divergências políticas nas relações sociais?

Envie sua redação para correção
    7x1 para descrença 
    O 7x1 na copa do mundo de futebol de 2014 sofrido pelo Brasil contra a Alemanha, foi um resultado amargo e jamais sera esquecido pelos torcedores. Um dos motivos por essa derrota, foi a lesão de nosso camisa 10, Neymar, que vinha fazendo uma ótima campanha junto a seus companheiros de seleção. Nesse sentido, a atual política tem o mesmo crédito que a seleção no final daquele jogo. Levando a população a falta de interesse em acompanhar a política. Antes de tudo, segundo a Agenda Brasil, somente 7% dos jovens brasileiros votaram na ultima eleição presidencial. O bombardeio de denuncias de corrupção veiculadas pela mídia, cria o esteriótipo de que todo político é ladrão, consequentemente leva a população em massa a descrença na honestidade dos parlamentares. Porem, a cultura da corrupção não se limita somente no Palácio do Planalto. 
    Nesse contexto, a desonestidade esta presente no dia-a-dia do brasileiro, o simples ato de furar a fila, estacionar na vaga do idoso não sendo idoso ou não portando às deficiências fisícas, parecem ser atos comuns e que não merecem ser punidos, quando na verdade se queremos um país mais justo devemos começar com as nossas atitudes. Países como: Japão e Noruega, muitas lojas não têm funcionários cuidando do estabelecimento, as pessoas entram, pegam o que precisam, pagam e vão embora. Atitude na qual deveríamos nos espelhar. Portanto, medidas para se criar um país mais engajado e participativo politicamente devem ser tomadas. Segundo Nelson Mandela, a melhor arma para se mudar o mundo é a educação. Nesse âmbito, a família que é a base da sociedade, deve incentivar seus membros a refletir sobre política e engajamento social. A escola, que é a formadora de opiniões, deve incentivar o indivíduo a debates junto a autoridades, conhecendo a função de cada um e acompanhando o desenvolvimento. Assim, criaremos um novo camisa 10 frente ao país, e reverteremos o saldo negativo e ganharemos o jogo contra a descrença política.