A crise política e a sociedade: como contornar divergências políticas nas relações sociais?

Envie sua redação para correção
    Redes sociais são, por essência, lugares de debates. A crise política vivenciada  no Brasil, e que se estende, garante vários comentários e opiniões relacionados a essa problemática. Pessoas usam como principal instrumento de expressão as redes sociais para demostrar suas opiniões particulares a respeito deste cenário, o que acarreta desavenças devido a diversidade de opiniões a cerca do assunto. Um comentário torna-se visto como agressivo e ofensivo quando dito de forma que afeta o próximo que não compartilha do mesmo ponto de vista, e assim também, as relações sociais até mesmo de pessoas com vínculos afetivos de forte ligação. 
     Por se tratar de um assunto polêmico, e que divide opiniões, a política se torna alvo de diversos posicionamentos a cada turbulência que acontece neste cenário. Comentários sobre partidos políticos, formas de governar, o candidato mais competente e entre outros se tornam inevitáveis, e é através das redes sociais que as pessoas veem como forma de demostrar sua opinião a cerca do assunto a um maior número de pessoas. A diversidade de formas de ver o mundo é, de fato, um dos pontos mais enriquecedores da sociedade, mas à partir do momento em que essas discussões se sobressaem do seu centro de debate, e passa a virar discursos de ódio e acusações a seus interlocutores que os conflitos destrutivos podem emergir. 
     A mídia classificar como impróprio a divulgação de conteúdos que possam acarretar atitudes que venham a gerar tais comportamentos do público que teriam acesso a arquivos como vídeos, canais e publicações que tem intuito ao extremo de provocar o próximo poderá diminuir situações como estas. Tendo em vista que a liberdade de opinião é concedida a todos, na medida em que usada com bom senso e que não venha a afetar as relações sociais. Contudo, parte de cada indivíduo ter a consciência de que uma sociedade sadia é constituída através do respeito para com o próximo e com o modo de pensar do outro.
     Destarte, o cenário político sempre irá gerar opiniões que entraram em discordância, contribuir para que discursos de ódio, desafetos e provocações se propaguem a cerca do assunto não é a forma mais válida de resolver o problema da crise política vivida no país. As relações sociais com o próximo é sempre mais importante do que deixar que um laço afetivo seja afetado ou até mesmo destruído pelo fato da intolerância e discordância sobre um determinado assunto. O mundo é constituído de indivíduos que compartilham de opiniões divergentes sobre todos os assuntos, cabe a cada um ver o limite onde ele determina ser mais importante compartilhar suas opiniões convicto que causará desafetos ou que suas relações afetivas sejam destruídas por motivos que sejam de grande relevância para isso.