Envie sua redação para correção
    A educação como solução de ressocialização de detentos é praticamente inexistente no cenário brasileiro. Devido a falta de infraestrutura e a super lotação os presídios não podem proporcionar aos presidiários a educação que lhes é garantida por lei. A educação é a arma mais poderosa que pode ser usada para mudar o mundo. Sua implementação é essencial para o avanço tecnológico, social e econômico.
          Apesar de possuírem direito a educação, é importante visar a dificuldade que os ex-presidiários encontram na integração ao mercado sendo que grande parte das empresas não realizam a admissão de funcionário que possuem ficha criminal. A partir desse contraponto, o indivíduo enraivecido com a descriminação, retorna a infringir a lei pelo rancor promovido pela sociedade.
          Se fora realizada apenas a punição ao presidiário e não lhe proporcionando a oportunidade de mudança de comportamento, quando a liberdade social lhe for devolvida ele voltará a cometer os crimes que lhes levaram a cadeia, pois não há uma válvula de escape para que possam recomeçar sua vida e serem funcionais para a sociedade. O crime continua, a sociedade não evolui, e o Estado sofre as consequências de um problema que não fora resolvida insuficiência e incapacidade dos responsáveis.
          A educação como solução de ressocialização de detentos é possível mas algumas providencias devem ser tomadas, o Ministério da Educação juntamente com o Ministério da Segurança devem criar parceiras com investidores privados para que salas de aulas possam ser construídas nos presídios, professores possam ser contratados, desenvolver parcerias com empresas estatais e privadas para que os detentos possam ter uma vaga no mercado de trabalho. Feito isso, será impulsionado o desenvolvimento econômico e social além de gerar novos empregos para toda a sociedade.