Envie sua redação para correção
    "Eu quero mudar, eu quero sair". No trecho da música "Diário de um detento" o grupo Racionais MC's expõe uma ideia que se contrapõe à realidade brasileira atual, visto que transparece no país pouco interesse na educação e ressocialização de detentos. Assim, seja por fatores socioculturais ou inoperância estatal, a atual conjuntura corrobora não só para a negligência de direitos humanos desse setor, mas também para a manutenção da criminalidade no Brasil. Em primeira análise, é profícuo salientar que precariedades estruturais influem na garantia de educação aos detentos. Nesse sentido, não obstante a Constituição assegure o direito imprescindível à educação, a conjuntura brasileira se contrapõe à norma ao privar, mediante ínfimos investimentos estatais na área, as penitenciarias de salas de aulas, bibliotecas e oportunidades de trabalho e aprendizado. Tal realidade vai de encontro com o ideário de Kant, para quem a educação transforma o homem, colaborando dessa forma para a persistência do quadro e reinserção de detentos em atividades criminosas, tidas como única opção. Outrossim, ressalte-se que há fatores culturais por trás da ideologia que sustenta a negligência para com a educação de presos no Brasil. Nessa perspectiva, a frase "bandido bom é bandido morto", popular entre brasileiros, cabe perfeitamente. Assim, é evidente a persistência de ideários medievais - de que a prisão funciona para punir - na população, em detrimento de oportunidades de reinserção de detentos na sociedade. Nesse contexto, tem-se como resultado o desinteresse da população na educação de presidiários, tidos como descartáveis por seus crimes. É evidente, destarte, que medidas são necessárias para garantir acesso à educação nas penitenciárias brasileiras. Nesse viés, cabe ao Estado destinar maiores investimentos à educação para pessoas privadas em liberdade, ampliando, dessa forma, a aplicação de exames como o ENEM PPL e o acesso a aulas e livros com fins educacionais, visando a reinserção do detento na sociedade. Tal-qualmente, é recomendável que a população use as redes sociais para promover a expansão do discurso que reforça a importância da educação para a transformação do homem e o regresso da ideia de excessiva punição de presidiários. Dessa forma, será possível conscientizar o desejo de mudança do detento, exposto na música do grupo Racionais MC's.