A educação como solução ressocialização de detentos: utopia ou realidade?

Envie sua redação para correção
    Ensino: a arma da restauração
         Dignidade significa qualidade moral, respeito, consciência do próprio valor. Definição essa que é impossível de ser agregada a pessoas condenadas à prisão. A causa do transtorno é a falta da educação, e a solução deveria ser seu emprego na sociedade; contudo, por questões econômicas e sociais isso não ocorre. Que fatores podem explicar esse cenário?
          É inegável que, atualmente, o Brasil passa por uma grave crise moral que se alastra por toda a economia, por conta de escândalos de corrupção e desvio do dinheiro público. Tal descaso afeta também o sistema prisional, pois presídios superlotados e com condições insalubres para os infratores acabam servindo para piorar a condição de marginalização dos que consentem na vida do crime. Um sistema educacional forte e com estrutura nas cadeias seria o ideal para incorporá-los; todavia, analisando o viés político, parece ser utópico almejar isso.
          De forma análoga, a ressocialização também é um grande desafio na esfera social. A falta de expectativa para com aqueles que são levados a locais que, a priori, deveriam reenquadrá-los acaba por piorar a discriminação com os tais e os destaca mais. A causa disso é que os detentos não aprendem a trabalhar ou estudar para ganharem a vida, e, conforme o tempo passa, o ódio interior aumenta pelo sentimento de exclusão. Por isso, para eles não há outra alternativa, senão continuar nos atos ilícitos.
          É necessário, portanto, o zelo pela sociedade, por causa da violência, e a compaixão por vidas roubadas pelo crime. Há leis que obrigam o governo Federal a investir em condições de moradia, estudo e trabalho suficientes nas instituições carcerárias a fim de que o cumpridor de pena possa ser inserido de volta no meio público, porém isso não é executado. O Recurso de Direitos Humanos deve exigir e observar de perto se as ordens são cumpridas ou não, se utilizando até da mídia para a divulgação nacional quando a legislação não for atendida corretamente. Diante disso, a tendência é a de a educação deixar de ser ilusão e se tornar realidade no resgate dos perdidos.