Envie sua redação para correção
    " O ser humano é aquilo que a educação faz dele." Essa ideologia, estabelecida pelo filósofo Immanuel Kant, em que a educação é capaz de configurar as relações éticas e morais, reflete a possibilidade de solucionar os conflitos carcerários e a ressocialização de detentos no Brasil.
      Primeiramente, as estruturas educacionais atuais na retirada de jovens e adultos das ruas são precárias. A violência dentro das escolas, insegurança e a falta de infraestrutura, ocasiona pouco estimulo para querer frequentar as escolas. Com isso, a solução não é a criação de mais presídio, e sim a mudança educacional e a inclusão de ensino de qualidade.
        Depois da Revolução Industrial, a democracia está estritamente ligado a economia. Indubitavelmente, setores da educação e amparo social não possuem aplicações de investimento e ajuda, a falta de intervenção Governamental proporciona a sensação de impunidade. Além disso, a educação é uma forma de consolidar a dignidade. Desse modo, existe uma violação dos Direitos Humanos quando investimentos não são aplicados nas esferas públicas. A urgência de ressocialização de detentos por meio da educação também é democracia.
        Diante Disso, propostas devem entrar em vigor a fim de solucionar os problemas já mencionados. Para tanto, o Ministério da Educação vinculado com cada Estado, terá o papel de realizar medidas e novas práticas educacionais, debate em sala de aula, programas ao combate a violência por meio de ensino que incentive a participação dos pais para a orientação. O Poder Judiciário terá o papel de incluir nas punições rígidas a frequência em redes de ensinos criados pelo Governo apenas para detentos. Assim, o Brasil estará de acordo com os avanços democráticos e com o desenvolvimento social.