A educação como solução ressocialização de detentos: utopia ou realidade?

Envie sua redação para correção
    No Rio de Janeiro  o governo estadual pediu auxilio das forças armadas na tentativa de reduzir os índices de furtos,assassinatos,tráfico de drogas e pacificar comunidades e favelas.As medidas tem se mostrado até então de baixíssima eficiência e altíssimos custos.
      Não é por falta de punição aos infratores que as cidades andam tão inseguras.O sistema carcerário é a prova de que a punição é o que não falta :selas super lotadas e sem nenhuma vetilação /iluiminação,péssimas condições de higiene e alimentação escassa.
      Quando o investimento em segurança pública seja em mão de obra qualificada,armamentos ou presídios.E nem mesmo o judiciário com condições severas restringindo os direitos ao regime semi aberto de alguns detentos são eficazes em trazer a segurança à tona a solução pode ser oposto.
      É determinado por lei que todos os presídios tenham salas de aula e os detentos direito de usufruir de tais.A educação nos presídios pode ser a solução para a queda da violência e do índice de crimes no país,com ela os detentos sairão da pena como mão de obra qualificada e um currículo.
      Em países como a China e Noruega que há cerca de 30 anos decidiram investir na educação à medida surtiu efeitos:o IDH subiu,algumas peniten ciárias  foram fechadas por ausência de detentos e as quantias antes destinadas a segurança pública vão agora para outra áreas.
      A queda nas taxas de reincidência são outro ponto positivo,pois se um  ex detento tem agora um bom currículo e maiores chances de conseguir um emprego com bom salário e melhor qualidade de vida,sendo facilmente reintegrado a sociedade.
      Os gastos em educação tendem a dar mais retorno do que os em segurança pública,a alternativa ainda não implantada e em viés tem tudo para dar certo além de beneficiar os país em melhoras nos índices de educação e alfabetização.