A educação como veículo de mudança na sociedade

Envie sua redação para correção
    "É no problema da educação que assenta o grande segredo do aperfeiçoamento da humanidade". A frase é do filósofo alemão Immanuel Kant. A partir do excerto, percebe-se, então, a urgência na valorização da educação no Brasil, haja vista que, o Poder público tem se demonstrado insuficiente em lidar com a crescente onda de violência, além disso, a sociedade, em pleno século XXI, mostra-se, ainda, permeada de estereótipos retrógrados. Sendo assim, faz-se necessária uma reflexão a respeito.
    
        Em primeiro lugar, segundo o IPEA, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, a probabilidade de um indivíduo com até sete anos de estudo ser assassinado no Brasil é 15,9 vezes maior que a de outro que possua ensino superior. Diante disso, constata-se que, a educação é uma importante ferramenta à diminuição da criminalidade, tendo em vista seu papel preponderante na evolução de um país. No entanto, segue-se o caminho inverso no Brasil, considerando-se, nos últimos anos, as quedas nas verbas destinadas à área educacional. À vista disso, o Estado brasileiro mostra-se omisso às consequências desastrosas que virão: multiplicação da taxa de homicídios e diminuição do número de diplomas .
    
        Ademais, é válido destacar outro impacto social do fomento da educação. Como bem nos falou Helen Keller, escritora norte-americana, o resultado mais sublime da educação é a tolerância. Tal citação, corrobora uma tendência de países com ínfimos índices de analfabetismo, dentre os quais se destaca o Canadá, nação na qual o preconceito contra LGBTs é, consideravelmente, inferior em relação ao Brasil, onde ocorrem mais assassinatos de travestis e transexuais no mundo. Certamente, o fator educacional é relevante na questão da permanência de estereótipos em nossa sociedade.
    
       Torna-se evidente, portanto, a necessidade da valorização da educação como meio de transformação social. Logo, o Ministério da Educação, juntamente com as secretarias estaduais de educação, deve melhorar as estruturas educacionais atuais, além de ofertar uma melhor capacitação aos profissionais dessa área, por meio da ampliação de investimentos e promoção de audiências públicas, de modo a assegurar a qualidade do ensino e instigar à diminuição da intolerância. Desse modo, o problema de Kant não será mais um empecilho ao aperfeiçoamento da sociedade brasileira, outrossim, as aspirações de Keller poderão ser alcançadas.