A educação como veículo de mudança na sociedade

Envie sua redação para correção
    Sabe-se que o sistema educacional é responsável não apenas por formar futuros trabalhadores de determinadas áreas do conhecimento, mas também para formar cidadãos que saibam relacionar-se socialmente. No Brasil vê-se escancaradamente as consequências de um ensino precário na maioria das escolas do país, onde pode-se destacar os altos índices de criminalidade em determinadas regiões e a forte onda de desemprego que vem assolando a população brasileira.
    A criminalidade cresce mais e mais a cada dia no Brasil e isto está diretamente relacionado à educação. Alguns jovens (principalmente moradores de periferia) deixam suas escolas e, sem ter outras opções, se voltam à criminalidade como forma de trabalho ou sobrevivência e, muitos destes jovens desistem da escola com a finalidade de se juntarem aos criminosos, pois não acham que a escola seja tão atraente quanto o mundo do crime.
     Além da crise econômica do Brasil, duas das principais causas do aumento dos índices de desemprego são o falho sistema educacional ou o desinteresse por parte dos estudantes, onde muitas pessoas não terminam a escola devido a diversas complicações e acabam desempregadas, já que, atualmente, grande parte dos empregos não pedem apenas ensino fundamental ou ensino médio completo e sim, ensino superior completo, exigindo maiores e melhores qualificações.
     Uma solução plausível para os problemas supracitados seriam melhores investimentos na educação. Uma pesquisa de doutorado da USP mostra que a cada 1% de investimento na educação, 0,1% do índice de criminalidade é reduzido e, uma das indicações dos pesquisadores foi a implantação de atividades extracurriculares nas escolas que envolvam esportes, cultura e lazer a fim de reduzir a violência. Outra mudança seria aumentar as oportunidades de ingressar em faculdades públicas para aqueles que não dispõem de renda suficiente para ingressar em faculdades privadas e, transformar o sistema de ensino de forma a chamar a atenção daqueles que por algum motivo perderam o interesse, com aulas extracurriculares (como já fora citado) ou com uma inovação na forma em que os professores transmitem o conhecimento em sala de aula.