A educação como veículo de mudança na sociedade

Envie sua redação para correção
    Na obra A República, o filósofo clássico Platão defende que o alicerce da construção de uma sociedade utópica, justa e igualitária é a educação. Contudo, apesar de ser a chave para diversas mudanças socais, a influência da educação é pouco debatida pela sociedade. Nesse contexto, torna-se de extrema importância  a discussão dessa temática e quais seus impactos para o corpo social.
      Historicamente, períodos como o Renascimento, o Iluminismo e a terceira Revolução Industrial, foram de extrema importância para o progresso da humanidade em diversos âmbitos sociais, culturais e tecnológicos. A educação permite a resolução de problemas, a mobilidade social e a maior conscientização e empatia da coletividade, além de ser a base para  desenvolvimento do senso crítico.
      Ademais, o determinismo lamarckiano defende que o indivíduo é moldado pelo ambiente em que vive. Analogamente ao pensamento supracitado, é perceptível que o hominídeo que não possui acesso à educação democrática ou de boa qualidade, acaba não obtendo uma igualdade de oportunidades. Como consequência, o ser humano é excluído socialmente, obtendo assim maior dificuldade no ingresso do mercado de trabalho e se tornando mais vulnerável à alienação midiática e a entrada no mundo da criminalidade.
      Portanto, para a resolução dessa problemática é necessário que o Ministério da Educação crie medidas que proporcione a melhora da educação, através da valorização salarial do professor ou programas de incentivo a leitura e a permanência no ambiente escolar. Outra alternativa, seria a mídia promover campanhas publicitárias mostrando a relevância da educação, com o fito de conscientizar a coletividade a respeito da importância dessa esfera para o progresso da nação. Dessa forma, seria garantida a construção de uma sociedade na qual Platão sentiria orgulho.