Envie sua redação para correção
    A chegada da família real no Brasil, trouxe uma oportunidade de expandir a visão cultural e mudar comportamentos sociais da população nativa. Pois, medidas foram tomadas, como por exemplo: a instalação da biblioteca real e de universidades. Hoje, uma boa educação traz avanços que são evidentes nas questões sociais, políticas e econômicas de um país, visto que, a educação tem um papel importante na formação de um senso crítico, que constrói uma sociedade democrática e livre da alienação midiática. 
        A formação cidadã, é advinda através de uma boa educação, que faz com que as pessoas lutem pelos seus direitos e tenha a mínima capacidade de refletir sobre a sociedade em que vive. No entanto, o que se ver é o contrário disso, a educação do Brasil é precária e está muito desfasada, de maneira que, milhões de brasileiros ainda são analfabetos. Além disso, ainda há muitos analfabetos funcionais - sabem ler, mas, não sabem interpretar o que leu - uma sociedade assim, é incapaz de refletir uma questão social do país. Nesse contexto, a educação é um agente fundamental para deixar uma sociedade mais crítica, mas o real papel dela está sendo distorcido por aqueles que querem manter-se no poder. 
         Da mesma maneira, a mudança através da educação atinge diversas questões sociais, tal como, a economia interna e a violência urbana. É inquestionável, a certeza que uma educação de qualidade levará à um bom emprego, e na maioria das vezes, trará uma renda alta. Isso, reflete positivamente na economia do país, pois mais pessoas terá dinheiro para consumir produtos e isso gerará lucro para o comércio, e mais oportunidades de emprego para mais pessoas, fazendo com que a economia nacional fique estável. Em virtude disso, pessoas estão trabalhando, ao invés de ter o crime como única opção de sobrevivência. Logo, o número de violências criminais e a desigualdade social devem reduzir, provando mais um vez, o poder de transformação que a educação tem. 
         Desse modo, é evidente o potencial da educação, no que tange a mudança social, visto que é possível mudar a mente de uma sociedade e ainda transformar um país. Mas é preciso um engajamento governamental, a partir políticas públicas, que incentivam e dão oportunidades de estudos aos jovens. Como por exemplo: o FIES que funciona atualmente no Brasil, e que dá oportunidades a pessoas que não têm condições de pagar uma faculdade. Além do ensino superior, é importante ensinar nas escolas, que é importante a prática da reflexão social. Isso pode ser feito por palestras, projetos de leitura, peças de teatro, etc. Com isso, a longo prazo, poderemos ter uma geração de pessoas que agem de forma racional sem a tutela de um governante.