A educação como veículo de mudança na sociedade

Envie sua redação para correção
    Muitos conceitos como cultura e nível de conhecimento podem ser confundidos quando se fala em educação. Nelson Mandela a defendia como a arma mais poderosa para mudar o mundo, contudo, como toda arma, depende da ação de um agente para ser efetivada. Tal execução por sua vez, é reflexo de como cada indivíduo entende sua existência, sendo por conseguinte, de suma importância nas modificações sociais que podem vir a ocorrer no Brasil.
      Desde os primeiros contatos que o homem tem com o mundo em que nasce, ele recebe uma série de comandos que o orienta sobre como agir em diversas situações. Uma das orientações passadas para boa parte da população que tem um seio familiar organizado, é que se deve adquirir sapiência para galgar diferentes degraus de vitórias durante a vida.
      Todavia, aqueles que por algum motivo não recebem essa mensagem tendem a ficar à margem, haja vista que, corroborando com o que o filósofo Kant acreditava, o ser humano é o que a educação faz com ele. No entanto o saber científico não deve ser o único a ser considerado, já que o contexto no qual o cidadão está inserido dá subsídios essenciais para que o mundo seja compreendido por ele e para que ele se perceba como fator que pode alterar a vida das pessoas à sua volta. A análise do tipo de impacto que ele desejar causar, o levará a querer qualificar-se, o que terá como consequências, o afastamento de qualquer outro caminho maléfico, e a inspiração que esse indivíduo dará à outros ao seu redor.
      Isso posto, é pertinente assinalar, que embora o meio forneça uma forte interferência na importância dada à educação, essa influência não é imutável. Por isso, é imprescindível que o Estado crie políticas de incentivo, com campanhas publicitárias que mostrem histórias de pessoas que venceram pela educação, acompanhamento em domicílio por agentes sociais nas áreas mais problemáticas, e rígido controle de frequência nas escolas. Além disso, é fundamental a melhora do sistema educacional, sobretudo com a valorização dos profissionais que o compõem.