Envie sua redação para correção
    "Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda." Paulo Freire nesse pensamento, assim como em muitos outros, viu na educação um mecanismo para assegurar mudanças sociais. Dessa forma, fica evidente que a cultura, por promover o desenvolvimento crítico, assegura a efetiva participação do indivíduo em causas sociais.
       Revolução industrial, revolução técnico-científica, revolução francesa dentre outras. Indubitavelmente, a educação se fez presente em todos os processos sociais. Durante a revolução russa, bolcheviques e mencheviques baseavam-se em ensinamentos pregados por Karl Marx e pensadores da época com o intuito de traçar diretrizes para o país, tornando-se uma das maiores potências da época. Tal fator determinante, a educação, é inegavelmente o maior veículo para galgar melhorias de excelência na sociedade.
       Outro fator não menos importante é o fato de que a educação torna-se responsável em criar a identidade nacional. Segundo a ONU( Organização das Nações Unidas), umas das exigências fundamentais para uma país se tornar um Estado-Nação é a presença de um livro em língua nativa. Isso demonstra que a a cultura é a principal ferramenta para assegurar os direitos individuais e coletivos, além de tornar o indivíduo mais crítico e vinculado ao bem social.
       Tendo em vista os aspectos observados sobre a educação, cabe ao Governo Federal, através do Ministério da Educação, elaborar diretrizes educacionais valorizando a importância do desenvolvimento cultural como veículo modificador do meio em que o individuo, para que assim assegure as mudanças necessárias para a sociedade. Outro dever do Estado em parceria com à Mídia é criar campanhas publicitárias, mostrando a importância da leitura na formação da identidade nacional, recuperando assim o autruísmo social.