A importância da cultura popular na construção e na valorização da história brasileira

Envie sua redação para correção
    A cultura brasileira é formada pela mistura de elementos de várias culturas. Dentre elas podemos citar a do índio, a do português e a do africano. Durante muito tempo, houve, em nosso território, uma desvalorização das culturas negra e indígena. Por outro lado, há também a diminuição da cultura popular frente ao conhecimento científico tão valorizado atualmente.
       No Brasil, apesar da forte mistura cultural, nem sempre houve a convivência harmoniosa entre os elementos culturais distintos. Desde o achamento do nosso país pelos portugueses, houve uma forte tendência de desvalorização e preconceito com relação às culturas diferentes da europeia. Isso se deve à visão eurocêntrica dos que aqui chegaram.
        A cultura de um país pode distingui-lo ou aproximá-lo de outro. Contudo, não existem nações culturas totalmente iguais. Possuem algumas características que são únicas e os elementos formadores de uma cultura não podem ser considerados superiores ou inferiores. Por muitos anos, consideramos os elementos culturais europeus como superiores. Todavia, atualmente percebemos que o indígena e o africano também possuem grande contribuição na nossa formação cultural.
        Ao chegar aqui, os portugueses tinham, inicialmente, os indígenas como um papel em branco, ou seja, eram considerados seres sem cultura, como relatou Pero Vaz de Caminha em seus escritos. Posteriormente, foram percebendo que eles possuíam sim cultura. Numa tentativa de enaltecer o índio, a posteriori, tivemos o movimento romantista aqui, que valorizou o índio e o comparou ao herói clássico, como um ser puro e guerreiro.
        Com isso, podemos perceber a importância da cultura na formação de um povo, moldando seus hábitos e costumes. Portanto, faz-se necessário reconhecer a importância de todos os fragmentos culturais advindos de outras nações através da conscientização da grande miscigenação existente e da adoção de políticas que visem a mostrar a importância de todas, sem sobrepor uma à outra.