A importância da cultura popular na construção e na valorização da história brasileira

Envie sua redação para correção
    Modernismo e Identidade nacional
              O modernismo de 1922 no qual se destaca Mario de Andrade, ressalta a importância que o conceito de cultura popular exerce no Brasil, assim como, em sua obra Macunaíma, em que atribui a um único personagem traços culturais dos mais variados recantos do país, buscando uma identidade cultural brasileira, reunindo lendas, folclores, costumes de todas as regiões, misturando-as. Criando assim, um aspecto de unidade nacional que não condiz com a realidade dividida de nossa cultura. 
            A cultura é fundamentalmente um processo de assimilação de informações, ensina o indivíduo a pensar, construindo um cidadão crítico, com um horizonte maior, cada vez mais participativo, preocupado com a sociedade. O tema cultura deixa de ser "cereja do bolo" como é ampliada na época das eleições, para ser um tema essencial, comunicador. A cultura é muito mais que manifestações artísticas, é o berço de qualquer formação da sociedade e da valorização da história brasileira, entendendo aspectos econômicos e sociais.
                Não se entende cultura como um mecanismo integrador, associado a educação. Some-se a isso as diversas transformações pelas quais o mundo vem passando, como por exemplo o avanço das novas tecnologias, as novas formas de apreensão de conhecimento através de redes sociais e de movimentos político-culturais. Novas concepções territoriais vem sendo criadas a partir da aproximação entre culturas, proporcionada pelos avanços no campo da comunicação através da internet, do aprimoramento da telefonia móvel e, principalmente, da necessidade de diálogo entre os povos.
                Portanto, a cultura brasileira de um modo geral se caracteriza de uma forma muito singular e por que não dizer, peculiar. Mistura a herança de muitas outras, onde podemos citar a indígena, por serem os primeiros e legítimos habitantes do solo verde-amarelo, (destacando-se o Tupi-Guarani), os Portugueses, por serem os primeiros colonizadores, em seguida os Africanos. Esta miscigenação e interação de raças, povos, suas diferentes linguagens, e complexos padrões de comportamento, derivou a Cultura Popular, hoje sofre um processo de mutação constante, tanto devido a influência americana, bem como aos mecanismos que urgem a Indústria do Entretenimento. O resgate e a preservação das culturas tradicionais é importante, a juventude é um elemento fundamental para potencializar novos processos de transformação social, não somente através da mobilização da sociedade, com aumento de palestras, debates em sala de aula e o papel da mídia, mas também por meio de políticas públicas, como o Ministério da Cultura que compreendam o conceito de uma cidadania global: a convivência entre os povos, a valorização da autonomia, da diversidade e do respeito ao indivíduo dentro da coletividade.