A importância da cultura popular na construção e na valorização da história brasileira

Envie sua redação para correção
    Cultura popular é construída pela somatória de costumes, manifestações, sejam por meio da dança, folclore ou tradições pertencentes a algum lugar, fé ou a algum grupo, em que o povo produz e participa de forma ativa. Foi por meio dela, que pesquisas antropológicas e sociológicas chegaram a muitas características dos antepassados. Dessa maneira, há a importância em ser valorizada de diversas formas, pois se caracterizam como uma integração social e formação pessoal.
     Segundo o filósofo Hegel, cultura está relacionada com vários modos de vida e de sociedade, que deve ser reconhecida, porque configura-se como a autoafirmação dos indivíduos. Essas práticas é de fácil generalização e expressa uma atitude adotada por várias gerações em relação a um determinado problema da sociedade. Com isso, a cultura popular designa e expõem as mazelas sociais brasileiras, sendo possível verificar essas nas variações da música e peças teatrais.
     Além disso, em meados do século XVII começou a ocorrer o distanciamento entre a cultura popular e a de elite, por meio do carnaval e folclore, que são importantes para a construção da identidade pessoal e social, sendo passadas de geração em geração. Ademais, há o enriquecimento dela, por exemplo, com a venda de produtos culturais e pelo projeto IPHAN (Instituto do Patrimônio Artístico Nacional), que é o responsável por preservar, divulgar e fiscalizar os bens culturais, como o folclore e/ou os costumes.
     É necessário, portanto, que o governo incentive as escolas a desenvolverem projetos socioeducativos em relação a importância da cultura popular, isso pode ser feito por meio da criação de peças teatrais, e festivais de dança. Além disso, a ONG (Organização Não Governamental) devem desenvolver campanhas de popularização das manifestações folclóricas do Brasil. Dessa maneira haverá o reconhecimento a cultura popular por todos os cidadãos.