A importância da cultura popular na construção e na valorização da história brasileira

Envie sua redação para correção
    É  importante a percepção de que o Brasil é um lugar miscigenado, a mistura de gerações e raças foi o que diferenciou ele de outros países. Tantas pessoas, sabores, costumes, sons e sotaques é o resultado de uma colonização diversificada e acolhimento de refugiados. A Cultura Popular desde sempre mostra muito preconceito mesmo que velado, um embate de diferenças.
          Esta maneira de ver o outro com um conceito que foi aprendido inconscientemente por gerações da mesma região continua ao longo da história perpetuando as diferenças, gerando impactos sociais e ensinando aos interessados outros "mundos" num mesmo país. Os estados são diferentes entre si e com tantas diferenças acontecem debates que nem sempre são saudáveis, por exemplo, algumas pessoas debocham do sotaque dos nordestinos e foram ensinados pela cultura do local que essas pessoas são inferiores a eles; outros são intolerantes com a religião afro-brasileira que cultua os orixás, o candomblé. 
            As problemáticas são passíveis de resolução, pode ser um processo lento e gradativo  e depende de vários órgãos e pessoas para funcionar mas existem formas de dar certo.
              Portanto, a partir do momento em que se toma consciência de que este preconceito acontece desde a origem das culturas, pode-se pensar em formas de educar os indivíduos para a realidade  diversificada através das escolas com a criação de disciplinas afins para discutir os temas e difundir todas as culturas; da mídia com a criação de campanhas informativas e desenvolvimento de aplicativos com fins sociais; o governo pode criar, fiscalizar e implementar leis sobre educação social. Cada cidadão deve fazer uma autoavaliação sobre as atitudes e pensamentos e a mudar o que tem em si que não faz bem ao outro, com respeito.