A importância da cultura popular na construção e na valorização da história brasileira

Envie sua redação para correção
    Segundo o filósofo alemão Georg Hegel, a concepção de cultura está relacionada ao comportamento do homem, representando assim a sua relação com os elementos que compõem sua existência, sendo eles o trabalho, a religião, a arte, a ciência, a política etc. A importância do acesso à cultura não se refere somente à formação de uma sociedade, mas também à sua função como constituinte da identidade de uma nação. Com o avanço das mídias sociais obtém-se uma disseminação acirrada dos valores culturais de uma determinada referência dominante. Surge, então, a seguinte questão: a globalização seria responsável pela padronização dos modos de vida? 
       A formação da identidade cultural de uma determinada nação não pode ser analisada de maneira isolada, mas sim como um processo diretamente interligado ao contexto histórico desse povo. O Romantismo, movimento artístico e cultural emergido no Brasil após a Independência em 1822, tem como principal objetivo a construção da identidade brasileira através da valorização da natureza tropical, do índio e do mestiço. Contudo, atualmente, observa-se um processo inverso com o enaltecimento da cultura exterior em detrimento da brasileira. 
       A globalização propiciou a rápida interação entre indivíduos de diferentes localidades. Dessa forma, há um estímulo não só da propagação das tradições e tendências cotidianas de uma determinada nação, mas também a aderência à tais hábitos. A influência da mídia através dos jogos, filmes e músicas, a valorização dos produtos estrangeiros e a falta de conhecimento sobre as próprias raízes são alguns fatores que interferem na desvalorização da cultura de um determinado local. Nesse sentido, o processo de globalização age fundindo os costumes de várias regiões do mundo ocasionando uma padronização cultural. 
       Em suma, é possível afirmar que as tendências artísticas e culturais de uma determinada época se configuram a partir das influências do contexto sócio-histórico no qual o indivíduo está inserido. É preciso, portanto, utilizar a tecnologia como meio de transmissão dos valores de cada região, reconhecendo a importância da diversidade cultural. A implementação de um currículo multicultural e a criação de ONGs responsáveis pela organização de projetos sociais que evidenciam a influência de diferentes povos na formação do Brasil são exemplos de medidas que proporcionam a valorização da cultura local e contribuem para a formação de um povo fiel às suas origens.