Envie sua redação para correção
    Nação é um conjunto de pessoas que falam um mesmo idioma e possuem costumes em comum. O Brasil é uma nação constituída de uma mistura de etnias e de povos, cujos conhecimentos e crenças foram se fundindo ao longo dos anos, originando, assim, uma cultura nacional única e diversificada, com heranças africanas, indígenas e europeias.
          Para a sociologia, cultura é tudo aquilo que resulta da criação humana: ideias, costumes, leis e ritos, adquiridos a partir do convívio social. Desta forma, é notória a diversidade cultural existente no Brasil. Isso se deve à colonização multifacetada que marcou nossa história e também devido a sua grande extensão territorial. Assim, a conservação de elementos das culturas locais - como festas populares, que muito inspiraram os poetas românticos-  é de extrema importância para a valorização da história brasileira.
          No entanto, a cultura de massa - principalmente a "importada" dos Estados Unidos - tem crescido e, de acordo com o filósofo alemão Adorno, padronizando os gostos dos indivíduos como estratégia de controle social, oprimindo incessantemente as demais culturas e tornando a população uma massa de manobra que visa apenas o consumo - Estilo Americano de Vida. Outro agravante para a situação é a postura do Governo Federal, que além de desconhecer os anseios de cada região, não oferece incentivos significativos a essa área, fazendo de um elemento tão importante para a identidade nacional, algo banal e precarizado. 
          Assim, medidas devem ser seguidas para solucionar esse impasse. É de extrema importância a atuação de Agentes Culturais em escolas e bairros, a fim de explorar a cultura local e mantê-la "viva" na comunidade, evitando, a médio prazo, a padronização cultural de massa. Também, é de suma importância que o Governo Federal destine verbas mais significativas do Fundo Nacional de Cultura às Secretarias Municipais de Cultura para a realização de reformas em teatros inviabilizados e para manifestações artísticas-culturais. Assim, seria possível distribuir de forma mais igualitária os recursos à cultura prevenindo que manifestações locais e regionais sejam vistas como "subculturas" do sistema que vivemos, uma vez que cada sociedade tem direito de se manifestar e desenvolver de modo autônomo.