Envie sua redação para correção
    Pátria amada, qualidade naquilo que é diverso. 
          Manter os costumes de seus ancestrais, não é uma tarefa fácil. Cabe a cada nova geração, passar, para gerações futuras. Preservar os costumes de sua família, é, cuidar de sua própria identidade.  A cultura brasileira, é muito diversificada, comparando-a, com outros países, e, foi isso, que tornou essa cultura diferente e encantadora. Os dotes culinários, é de certa forma, algo que atrai muitos visitantes ao Brasil. 
          A cultura, pode ser comparada com um ônibus de viagem, por exemplo. Tendo em vista que, sem as rodas, não tem formação. Sem formação, não tem os bancos. Sem os bancos, não tem passageiros. Sem passageiros, a criação da mesma é em vão. Acontece a mesma coisa, com a cultura no Brasil. Se o povo brasileiro, deixa essa cultura cada vez mais de lado e contando só o "básico", pessoas irão frequentar menos, acabando com os passageiros, e sem querer, aos poucos, todos, acabam deixando a cultura morrer. 
          Vale ressaltar, que, no início do século XXI, as coisas mudaram totalmente. A tecnologia aumenta cada dia mais, deixando os adultos e jovens, muito fissurados, fazendo-os esquecer, daquilo que, designa sua própria identidade. Nessas horas, pais devem manter sua retaguarda, para mostrar aos filhos, que existe um mundo, além da tecnologia. 
                Instituições de ensino, podem ser, uma grande aliada nessa luta, para manter o Brasil, como um país que todos adoram, pela sua diversidade. Cobrando dos alunos, em forma de trabalho, ou teatro, que os envolva de corpo e alma. Criar festas recreativas, para o povo conhecer melhor, a cultura, que cercou o Brasil, durante anos. Para que, mais tarde, não fique só na memória.