Envie sua redação para correção
    No Brasil hodierno, a educação à distância é de relevante importância para o desenvolvimento social dos indivíduos. Isso se deve, sobretudo, ao fato de que o ensino à Distância surge como uma modalidade de educação que pode possibilitar formas diferentes de ver o mundo, de ensinar e aprender. Isso, traz aspectos positivos de se constituir em instrumento de emancipação do indivíduo no contexto social. Logo, são necessárias ações dos órgãos governamentais e sociais, visando ao fortalecimento dessa questão.  
        Em verdade, as novas tecnologias de comunicação vêm auxiliando para o surgimento de novas modalidades educacionais como a Educação a Distância. Com isso, vários cursos são criados e difundidos, tanto de graduação, como de pós-graduação, nas diversas áreas do conhecimento. Assim, mais políticas públicas educacionais devem ser criadas para definirem posicionamentos sobre o assunto, buscando estabelecer legislações específicas de incentivo a programas de Educação a Distância. Já que, conforme dados do IBGE, cerca de 27% da população estudantil brasileira utilizam plataformas digitais para estudar, principalmente, os de comunidades mais carentes, no qual o acesso à educação ainda é precário. Porém, é preciso enfatizar que assim como afirmado pelo educador Paulo Freire, a utilização de tecnologias na educação requer uma pedagogia educacional mais crítica, pois esse meio exigirá dos docentes conhecimentos mais específicos.  
        Outrossim, é preciso compreender que a ferramenta tecnológica não é o ponto principal no processo de ensino e aprendizagem, mas um dispositivo que proporcionaliza a mediação entre educadores, educando e saberes escolares. Assim, é essencial que se supere o velho modelo pedagógico, tendo em vista que, as utilizações dessas tecnologias podem trazer uma série de benefícios como, facilitar a aprendizagem contribuindo para as aulas mais interessantes e assim incentivar o interesse dos alunos pela educação, auxiliando no seu desenvolvimento social. 
         Dessa forma, fica evidente os benefícios produzidos pela educação a distância na sociedade. Para tanto, o Governo Federal deve criar mais políticas públicas que visem democratizar o ensino brasileiro, por meio do Ministério da Educação pode criar mais plataformas digitais gratuitas, com intuito de uniformizar o ensino no país, para que todos os indivíduos possam ter acesso a um ensino de qualidade. Além disso, às ONGs devem criar projetos sociais, por intermédio de debates e palestras com especialistas, em âmbito social, mensalmente, visando mostrar as pessoas os benefícios do ensino a distância e sua importância para o desenvolvimento da educação no Brasil.