A importância da educação à distância no Brasil

Envie sua redação para correção
    É notório o crescimento da educação a distancia no Brasil. Essa, tem conduzido um grande número de brasileiros a conquistarem o tão sonhado diploma do curso superior. Pelo fato de ser necessário um bom acesso à internet para usufruir do serviço, muitas pessoas ainda enfrentam certas dificuldades e outras são até impossibilitadas de entrar nos cursos EAD. Com isso, atitudes devem ser tomadas, principalmente por parte do Governo Federal, à facilitar o acesso à essa educação tão vantajosa.     
        Analisando os fatos sobre a importância do crescimento do EAD no Brasil, e parafraseando Nelson Mandela, em que a educação é a arma mais poderosa que se pode usar mara mudar o mundo, vemos qual relevante é o trabalho para que o acesso à esses cursos chegue no maior número de pessoas no menor tempo possível.
        O sucesso dessa modalidade de ensino se deve principalmente ao preço mais baixo, para aqueles que tem o salário apertado, e também a comodidade para outros que não possuem muito tempo sobrando, seja por conta do trabalho, cuidados com a casa, entre outros compromissos.
       Observando o avanço dessa forma de educação no Brasil, podemos notar também, alguns contras, tanto para quem já possui acesso ao serviço quanto para quem ainda não tem. Alguns cursos, por falta de uma fiscalização superior mais dura, não oferecem os serviços necessários para a formação de um bom profissional. Outro ponto é de que no Brasil, a qualidade e o acesso à internet são é dos melhores, inviabilizando grande parte da população de usufruir a educação a distância.
       Em virtude do que foi mencionado e levando em consideração os pontos negativos que levam alguns cidadãos ainda não usarem do serviço do EAD, algumas atitudes podem ser tomadas. O governo, por meio dos Ministérios da Educação e Comunicação, viabilizar tanto locais de acesso público a internet, como bibliotecas e escolas municipais, quanto redes mais baratas para as residências. Assim como uma maior fiscalização para que a qualidade dos cursos EAD sejam a mesma dos presenciais.